Yellowstone Ibérico

Tópico em 'Biosfera e Atmosfera' iniciado por belem 10 Out 2010 às 21:35.

  1. Seattle92

    Seattle92
    Expand Collapse
    Nimbostratus

    Registo:
    22 Set 2010
    Mensagens:
    668
    Local:
    Portugal
    Sim claro, mas acredito que uma raposa ou águia real possam apanhar um ou outro mais pequeno ou fraco.

    Não esquecer o urso (quando e se os castores chegarem a essa zona).

    Mas no geral não é um animal com muitos predadores, principalmente quando está na água. E tendo uma reprodução bastante fértil, percebe-se que possa atingir um número considerável em poucos anos.

    Isso é bom para quem está a torcer para que a erradicação falhe :D
     
  2. belem

    belem
    Expand Collapse
    Cumulonimbus

    Registo:
    10 Out 2007
    Mensagens:
    4,165
    Local:
    Sintra
    Claro e parece-me que a erradicação já conheceu melhores dias, pois não só tem sido ineficaz como agora chamou a atenção indesejada de ecologistas que finalmente querem pôr um pouco de justiça no meio disto tudo.
     
    Collapse Signature Expandir Assinatura
  3. Seattle92

    Seattle92
    Expand Collapse
    Nimbostratus

    Registo:
    22 Set 2010
    Mensagens:
    668
    Local:
    Portugal
    Uma operação importantíssima que poderia ser feita pelo ICNB ou outra instituição era a introdução de corços e/ou veados no maciço da Gralheira.

    Esta área inclui as serras da Freita, da Arada, do Arestal e de S. Macário e é um dos últimos refúgios da escassissima população de lobos a sul do Douro.

    Encontrei um estudo sobre essa possibilidade e as conclusões eram bastante positivas. Quase toda a área estudada estava perfeitamente apta a receber populações dessas duas espécies.

    Acho que toda a gente concorda que a reintrodução de veados e corços nos anos 90 na Serra da Lousã foi um sucesso. Mas mais importante que fazer estas operações em sitios como a Lousã, seria fazê-lo em locais como a Gralheira, onde ainda há predadores (vamos ver até quando :()
     
  4. duero

    duero
    Expand Collapse
    Nimbostratus

    Registo:
    23 Dez 2009
    Mensagens:
    1,038
    Local:
    valladolid
    Yo no entiendo nada.

    Si el castor es nativo de la península deberían dejarlos en paz, si no es nativo deberían exterminarlos, pues sería una especie de fuera y posiblemente perjudicial para nuestro medio ambiente.

    Parece que el castor vivió aquí hasta hace 2 o 3 siglos, entonces sería una reintroducción de una especie nativa en un territorio del que desapareció por causa humana. Entonces no habría problema ninguno.

    A no ser que los castores ibéricos de hace 200 ó 300 años fueran especie o subespecie diferente, algo que no es nada extraño, pues ya tenemos demostrado que nuestra península es en ese caso excepcional, con especies como el lince ibérico, o subespecies como el lobo ibérico (canis lupus signatus), o incluso animales que aún no sabemos si son especies o subespecies como nuestros rebecos, Rupicabra rupicabra ó Rupicabra pyrenaica?

    Tal vez antes de tomar una decisión firme debamos hacer mas estudios.
     
  5. Seattle92

    Seattle92
    Expand Collapse
    Nimbostratus

    Registo:
    22 Set 2010
    Mensagens:
    668
    Local:
    Portugal
    ^^

    Não sei nada sobre a existência de uma sub espécie ibérica. Acho que o problema não é esse.

    O problema na história dos castores em Espanha é que foram lá introduzidos sem autorização. Eu não posso meter-me no carro, ir até França, apanhar ou comprar 3 ou 4 castores e liberta-los num rio em Portugal. Existem organismos oficiais do estado que têm de autorizar situações destas.

    O que aconteceu em Espanha tem um nome: "terrorismo ecológico" :lol:

    Os castores é que não têm culpa nenhuma disso :(


    Um bom exemplo de terrorismo ecológico feito por um grupo de espanhóis, foi o assalto a uma quinta de criação de visons americanos na Galiza (criação para a industria de peles). Com a desculpa dos direitos dos animais, essa gente libertou visons que estavam na quinta e estes têm vindo a colonizar o território espanhol e português.

    Os visons americanos são uma espécie invasora, a situação é diferente da dos castores. Seja como for, é muito perigoso quando uma pessoa ou um grupo se lembra de andar a libertar animais na natureza sem nenhum controlo.
     
  6. matador

    matador
    Expand Collapse
    Cirrus

    Registo:
    14 Nov 2010
    Mensagens:
    7
    Local:
    Arcos De Valdevez
    Na serra dos Alpes (França, Italia, Suissa) a, o Gamo, o muflao, o corço, o veado, a camurça, a cabra montesa e o lobo. Ainda por encima a as vacas e as ovelhas/cabras dos pastores. :rolleyes: :D
    Cada especia come "seus" vegetais preferido assim nao a concurrencia para a comida. Cuanto mais a especias herbivoras mais a predatores. Por exemplo se so a lobos e aguias reais, o numero desses lobos e aguias vai aumentar com a introduçao de novas presas.
     
  7. Seattle92

    Seattle92
    Expand Collapse
    Nimbostratus

    Registo:
    22 Set 2010
    Mensagens:
    668
    Local:
    Portugal
    Podem haver todas essas espécies nos Alpes. Mas os Alpes não são uma serra, são uma cordilheira que ocupa uma área do tamanho de Portugal. A concorrência não será um problema numa área tão vasta.

    Acredito que cabras montês, muflões e camurças sejam concorrentes directos. As 3 espécies vivem em áreas de montanha e rocha em que a vegetação é muito escassa. Provavelmente comem os três a pouca (e mesma) vegetação que existe nessas áreas.

    Mesmo assim não acho que haja qualquer problema em ter as três espécies a viver na mesma serra/parque. É bem mais preocupante ter 5 mil cabras montês numa determinada serra do que mil cabras, mil muflões e mil camurças. O que interessa é que hajam predadores nas áreas onde esses animais existam. Um parque com lobos e águias reais nunca terá um problema de excesso de herbívoros. :thumbsup:
     
  8. matador

    matador
    Expand Collapse
    Cirrus

    Registo:
    14 Nov 2010
    Mensagens:
    7
    Local:
    Arcos De Valdevez
    a camurça occupa a zona mais alta das montahas, a cabra-montes occupa a zona media. O muflao occupa todo o territorio mas onde ha lobos os muflaos nao se propagem, en efecto o muflao nao indigena e uma presa muita facila para o lobo. En França onde a de novo os lobos o muflao ve a sua populaçao diminuir muito (80% da populçao desaparece) .
    O gamo, o veado e o corço preferam eles a floresta. O gamo e uma especia nao indigena mais bem implantada na europa desde o imperio romano.
    Cada especia tem o seu habitato proprio e o seu regima alimentar.
     
  9. belem

    belem
    Expand Collapse
    Cumulonimbus

    Registo:
    10 Out 2007
    Mensagens:
    4,165
    Local:
    Sintra
    Tens dados sobre a área que os Alpes ocupam?
     
    Collapse Signature Expandir Assinatura
  10. Seattle92

    Seattle92
    Expand Collapse
    Nimbostratus

    Registo:
    22 Set 2010
    Mensagens:
    668
    Local:
    Portugal
    ^^

    Não, eu estava apenas a responder ao post do matador. Não sei se existem todas ou não, mas os Alpes são tão grandes que até podem haver todas estas espécies mas nem sequer estarem em contacto. Não faço ideia. Se alguém tiver mais informações... força :thumbsup:



    Uma coisa é certa, lobos há pouquíssimos. Cada vez que lobos vindos do centro de Itália ou dos Balcãs (através da Eslovénia) entram nos Alpes, são perseguidos até voltarem a desaparecer. Pelo menos era o que acontecia até há pouco tempo na Suiça, não sei se a situação ainda se mantém. Seja como for, os Alpes (ainda) não são uma zona com forte presença de lobos.
     
  11. Seattle92

    Seattle92
    Expand Collapse
    Nimbostratus

    Registo:
    22 Set 2010
    Mensagens:
    668
    Local:
    Portugal
    :lol::lol::lol:

    Li mal a tua pergunta. Pensei que estivesse a falar das áreas que esses herbívoros ocupam no Alpes :lol:


    Quanto à área dos próprios Alpes, não sei. Mas não deve andar muito longe do tamanho de Portugal.
     
  12. matador

    matador
    Expand Collapse
    Cirrus

    Registo:
    14 Nov 2010
    Mensagens:
    7
    Local:
    Arcos De Valdevez
  13. matador

    matador
    Expand Collapse
    Cirrus

    Registo:
    14 Nov 2010
    Mensagens:
    7
    Local:
    Arcos De Valdevez
  14. matador

    matador
    Expand Collapse
    Cirrus

    Registo:
    14 Nov 2010
    Mensagens:
    7
    Local:
    Arcos De Valdevez
    a uns 300 lobos em franca.
     
  15. Seattle92

    Seattle92
    Expand Collapse
    Nimbostratus

    Registo:
    22 Set 2010
    Mensagens:
    668
    Local:
    Portugal
    Não sabia.

    A ideia que tenho dos lobos nos diferentes países europeus vem deste site: http://www.wolf.org/wolves/learn/wow/regions/Europe/

    Este site indica (dados de 2007) que Suiça e Austria não têm populações estáveis de lobos. Eventualmente podem entrar alguns animais vindos de França, Itália, mas não há uma verdadeira população.

    Para França indicam de 40 a 100 animais (em 2007).

    Em Itália cerca de 500 a 600.


    Sei que recentemente lobos vindos de Itália apareceram nos Pirenéus espanhóis. Ou seja há lobos italianos que se expandiram para França. Por isso acredito que o número de lobos em França esteja a aumentar, e com tantas presas nos Alpes franceses, as perspectivas são óptimas :)
     

Partilhar esta Página