Aquecimento Global

Tópico em 'Climatologia' iniciado por Minho 23 Set 2007 às 19:38.

  1. guisilva5000

    guisilva5000
    Expand Collapse
    Cumulonimbus

    Registo:
    16 Set 2014
    Mensagens:
    4,484
    Local:
    Belas, Sintra | Lisboa
    Lisboa prepara-se para calor e chuva extremos no futuro

    http://www.dn.pt/sociedade/interior...calor-e-chuva-extremos-no-futuro-5617211.html

    Sim, temos vindo a assistir a episódios de chuva extrema, o último em 2008. Se isso vai ser cada vez mais comum? Quem sabe, não prevejo o futuro. Contudo, as tais inundações em Lisboa em 2014, 2015, etc não foram valores nada de mais, o único problema aqui é um péssimo sistema de drenagem e o desordenamento do território da capital e subúrbios. No final século passado, não se preocupavam com nada e construíam prédios em tudo o que era sítio, até leitos de cheia contam. Querem que a água vá para onde quando encanam ribeiras? Para as sarjetas entupidas? Para as sarjetas mal colocadas?

    Quanto às ondas de calor, já se tem notado o seu aumento nos últimos anos, não é nada de novo.

    Outra coisa sobre o DN é resumir Portugal a Lisboa... enfim.
     
    Collapse Signature Expandir Assinatura
    #1561 guisilva5000, 20 Jan 2017 às 23:18
    Última edição: 20 Jan 2017 às 23:26
    Thomar e joralentejano gostaram disto.
  2. joralentejano

    joralentejano
    Expand Collapse
    Super Célula

    Registo:
    21 Set 2015
    Mensagens:
    5,195
    Local:
    Arronches, Portalegre (272m)
    Já se tem notado isso, por exemplo em novembro de 2016, grande parte da chuva concentrou-se na última semana, o acumulado de dezembro na zona de Lisboa também se concentrou em poucos dias, outra consequência é as grandes assimetrias de precipitação em Portugal como se verificou no inverno passado, o norte com chuva extrema em alguns locais e seca na região sul. No verão, as temperaturas vão sendo cada vez mais elevadas, mas penso que será pior na sua duração tal como aconteceu o ano passado, aqui na minha zona praticamente era raro o dia que descia para baixo dos 35ºC. Infelizmente, Portugal vai ser um dos países que mais vai sofrer com as alterações climáticas.

    Off topic:
    Quanto a isso, de resumir Portugal a Lisboa, aproveito para dizer que sempre foi assim e sempre será, não é só o DN, para muitos Portugal é só o litoral, o resto é esquecido, é uma das coisas que mais me entristece e tendo Espanha aqui ao lado dá logo para perceber que é tudo completamente diferente.
     
    Collapse Signature Expandir Assinatura
    guisilva5000 gostou disto.
  3. Kispo

    Kispo
    Expand Collapse
    Cumulus

    Registo:
    17 Ago 2008
    Mensagens:
    189
    Local:
    Monte Abraão, Queluz (195m)
    Continuem a cortar no número de estações meteorológicas que servem de base para o cálculo da temperatura média do planeta à superfície que vamos longe...

    Já agora coloquem mais destas que o aquecimento ainda acelera mais... só interesses e corrupção pelo meio... e chamam a isto ciência? miséria...

    [​IMG]

    http://www.drroyspencer.com/2017/01...t-address-the-temperature-record-controversy/

    Há quase 20 anos que a temperatura média do planeta não aumenta. Neste 2016, segundo os satélites, não houve aquecimento estatisticamente significativo do planeta comparativamente a 1998.

    De realçar, que tanto 1998 como 2016, foram anos de El Niño fortíssimos e que foram semelhantes em matéria de temperatura global à superfície no planeta.

    Já agora: "Surface data have errors the satellite data don’t have, adjustments much larger than the satellite adjustments, and their global sampling is rather poor." by Dr. Roy Spencer.

    São cada vez menos o número de estações meteorológicas que servem de base para os dados de temperatura global da religião do aquecimento global antropogénico... chegará a altura em que não dará para inventar mais aquecimento global...

    Já o CO2 continua a aumentar sem parar... bravo.

    [​IMG]
     
    Zulo gostou disto.
  4. Orion

    Orion
    Expand Collapse
    Furacão

    Registo:
    5 Jul 2011
    Mensagens:
    15,527
    Local:
    Ponta Delgada, Açores
    O Roy Spencer tem umas premissas anedóticas mas é verdade que não há estações meteorológicas suficientes (70% da Terra é água) e a instalação de muitas deixa a desejar. Ainda há isto:



    O problema do satélite reside na forma como é analisada (e sim, há mais que 1 registo sendo o UAH o do Spencer):

    [​IMG]

    Novamente é um tópico extremamente complexo e as pessoas tendem a não ter o panorama completo (para se depois se decidir). Vejo de tudo por aí. Pessoas que criticam os modelos meteorológicos/climatológicos quando não sabem peva sobre o seu funcionamento e limitações, pessoas que interpretam eventos isolados (por exemplo a neve no norte de África) como prova de que não existe aquecimento global, pessoas que vêem os registos passados e acham que como já aconteceu não haverá consequências de maior, que como há interesses 'globalistas' (que há) a noção de aquecimento global é uma cabala...

    Tanto o Spencer como o Christy, o parceiro cético do primeiro - reportagem acerca dele aqui, escreveram que 2016 foi o ano mais quente mas estatisticamente é um empate. A tendência de aquecimento é de 0.12º por década, o que estatisticamente também não é muito notório. O Christy acha que os modelos estão a exagerar no aquecimento. É uma afirmação minimamente razoável.

    Neste assunto há que ter paciência e ver como é que a coisa corre. Em 2012 o gelo ártico quebrou recordes mínimos. Mas em 2013 recuperou. Tanto recuperou que já se falava em arrefecimento global. 4 anos depois e o gelo não está muito melhor.

    Algumas coisas são certas:

    -> Mesmo que ocorra um qualquer arrefecimento global não atribuível a erupções vulcânicas continuará a ser uma questão se foi consequência indireta do CO2 ou se faz parte da variabilidade normal (os céticos ganhariam o ímpeto);

    -> Está-se no ciclo solar mais fraco dos últimos 100 anos. Há quem diga que para 2030 virá uma idade do gelo. Outros dizem que o arrefecimento será limitado:

    Neste tópico o exemplo mais conhecido é o mínimo de Maunder. Ao contrário da narrativa comum há quem diga que foram erupções vulcânicas que, através de feedback positivo, arrefeceram o clima.

    -> Mais cedo ou mais tarde, os défices ambientais e energéticos vão atingir proporções catastróficas. Por exemplo, a produção de petróleo convencional (e tendencialmente barato) está a cair.

    [​IMG]

    As descobertas de reservas estão a ser prejudicadas não só pelo baixo preço. 2014 foi o pior ano desde 1992. 2015 foi o pior ano desde há 60 anos. Este relatório apresenta um cenário abismal.

    [​IMG]

    Mesmo que certas fontes de petróleo se tornem mais baratas (como o xisto) não há muitas opções. Mais guerras no Médio Oriente e mais produção no oceano e no ártico.
     
    Collapse Signature Expandir Assinatura
    #1564 Orion, 24 Jan 2017 às 05:43
    Última edição: 24 Jan 2017 às 06:04
    Aristocrata gostou disto.
  5. irpsit

    irpsit
    Expand Collapse
    Cumulonimbus

    Registo:
    9 Jan 2009
    Mensagens:
    2,143
    Local:
    Salzburgo, Áustria
    Adoro ver os "alternative facts" (factos alternativos) que algumas pessoas gostam de apresentar.

    Realmente vivemos numa época em que tudo é possível, qualquer coisa pode ser provada, seja o aquecimento global por milhares de cientistas, seja a ausencia deste pela minoria dos cépticos. Seja em termos políticos. Que festa!

    Quanto ao consenso mundial, que é baseado em publicacoes peer-reviewed, essas sao "fake news".
    Que festa!

    Até já quando vivia na Islandia, local onde a conspiracao mundial é mais acentuada, o consenso naquele pequeno país é de um aquecimento climático brutal, mais rápido do que na maioria do planeta. E o aquecimento continua nesta década. Quer-se dizer, os cépticos vao dizer que os islandeses também fazem parte da conspiracao. E já agora, os austríacos, onde vivo, também fazem parte da mesma conspiracao. Está tudo enganado. Que festa!

    Já agora devo dizer que toda a malta está errada, na verdade a Terra é plana e oca por dentro, os americanos nunca aterraram na lua, a evolucao por seleccao natural nao existe, e o mundo foi criado há 5000 anos. Vou criar a minha própria versao da verdade, os meus "alternative facts".

    Para que fique claro, o meu comentário é somente ironia amigável. Conheco vários cientistas que fazem investigacao em climatologia. Seria impossível todos estarem a mentir ou estarem errados. Depois, também faco registos meteoreológicos desde há 25 anos. Portanto, a minha posicao é que o aquecimento global existe e é causado pelo aumento dpo CO2.
     
    Collapse Signature Expandir Assinatura
    #1565 irpsit, 24 Jan 2017 às 19:11
    Última edição: 24 Jan 2017 às 19:17
  6. Orion

    Orion
    Expand Collapse
    Furacão

    Registo:
    5 Jul 2011
    Mensagens:
    15,527
    Local:
    Ponta Delgada, Açores
    http://tass.com/economy/927072

    Por mais apelativo que seja, isso não é oposição construtiva. Só serve para extremar ainda mais as posições.

    É inevitável que qualquer dissidente provoque uma elevada frustração. Isso acontece em qualquer assunto em que há uma opinião mais ou menos estabelecida.
     
    Collapse Signature Expandir Assinatura
    Rajujas gostou disto.
  7. luismeteo3

    luismeteo3
    Expand Collapse
    Furacão

    Registo:
    14 Dez 2015
    Mensagens:
    14,274
    Local:
    Fatima
    O nível do mar poderá aumentar mais depressa do que era esperado
    24 jan 2017 · 23:06

    O aumento do nível do mar até ao final do século poderá ser mais rápido do que o previsto, adverte a agência Oceânica norte-americana, alertando para um risco acrescido de inundações devastadoras se acontecer um cenário extremo.

    [​IMG]

    Tendo em conta os últimos estudos e observações, nomeadamente sobre o gelo da Antártida e a sua instabilidade, a Administração Nacional Oceânica e Atmosférica (NOAA) considera “plausível” um aumento do nível das águas “de 2 a 2,7 metros até 2100″.

    Os autores do relatório da NOAA recomendam “rever em alta o cenário extremo da subida do nível médio do mar de 2,5 metros até 2100″ previsto num relatório publicado em 2014.

    Robert Kopp, professor na Universidade Rutgers, precisou em declarações à agência France Presse que uma subida daquela amplitude poderá acontecer com “o pior cenário em termos de emissões de gases com efeitos de estufa”.

    Ou seja, se nada for feito para os reduzir, o que poderá levar a um aumento das temperaturas de três a cinco graus Celsius em relação à era pré-industrial.

    Os especialistas também reviram em alta a estimativa da subida mínima do nível do mar, de 0,1 a 0,3 metros até ao final do século, após terem analisado dados sobre a amplitude das marés e variações na altura em relação ao nível médio das águas do mar medidas por satélites durante 25 anos.

    O relatório visa sobretudo determinar os possíveis riscos de inundação das zonas costeiras norte-americanas e ajudar as autoridades a prepararem-se.
    http://24.sapo.pt/atualidade/artigo...ra-aumentar-mais-depressa-do-que-era-esperado
     
    António josé Sales gostou disto.
  8. Orion

    Orion
    Expand Collapse
    Furacão

    Registo:
    5 Jul 2011
    Mensagens:
    15,527
    Local:
    Ponta Delgada, Açores
    Vou deixar a minha recomendação...

    Pessoalmente prefiro que este tópico se cinja a observações (quer a favor quer contra o AG) e discussões críticas acerca das previsões (quer a favor quer contra). Esse tipo de notícias alarmistas é fear porn e deve ser evitado/publicado sempre que possível para que a discussão fique mais enriquecedora e não derive para fantasias.

    O IPCC tem vários cenários. O mesmo se faz, por exemplo, com o crescimento da população. Não quer dizer que se vai concretizar.
     
    Collapse Signature Expandir Assinatura
    guisilva5000 gostou disto.
  9. Orion

    Orion
    Expand Collapse
    Furacão

    Registo:
    5 Jul 2011
    Mensagens:
    15,527
    Local:
    Ponta Delgada, Açores
    Encontrei o original...

    ... que é, felizmente, mais esclarecedor.
     
    Collapse Signature Expandir Assinatura
  10. hurricane

    hurricane
    Expand Collapse
    Nimbostratus

    Registo:
    11 Nov 2007
    Mensagens:
    1,019
    Local:
    Bruxelas, Bélgica
    So um louco e que nao acredita na accao brutal que o Homem esta a ter no clima!
     
  11. james

    james
    Expand Collapse
    Cumulonimbus

    Registo:
    16 Set 2011
    Mensagens:
    4,541
    Local:
    Viana Castelo(35 m)/Guimarães (150 m)
    Na minha opinião, continua a dar - se a ideia que o aquecimento global ( que existe por acção por acção do homem e conjugado com fatores naturais, que potenciam ainda mais o seu efeito) se trata de um processo em que o mundo vai ficar mais quente e nada mais.

    Para mim, nada mais errado, não é por aumentos médios de 0.5, vá lá ou até 1 grau que o mundo vai ficar uma torradeira.
    Pelo contrário, se o aquecimento global se cingisse a meramente a isso, não havia problema de maior.

    O problema, do que já eu tenho lido sobre isso, é dos perigosos desequilíbrios que essa aparente pequena alteração pode trazer.
    E aqui é que reside a génese do problema, este processo pode levar a alterações climáticas com potenciação de determinados padrões já de si agrestes em determinadas regiões, padrões fora de época, Eventos mais extremos em latitudes médias ( esta é para nós), alterações nos equilíbrios dos ecossistemas ou da acidez da água ( muito preocupante) , etc.

    Uma época da história relativamente recente que poderíamos de certa forma comparar é aquele negro período no pós - primeira e segunda guerra mundiais.
    Há quem diga que teve uma forte influência no conturbado período climático que se seguiu. O que é certo é que por cá tivemos um período prolongado de fortes anomalias climáticas e meteorológicas, como secas de 3 anos, nevões gigantescos por todos os cantos do país, ciclones ( o de 1941) com uma intensidade incrível, um tornado devastador , uma aurora boreal nos anos 50, etc.
     
    Zulo e Rajujas gostaram disto.
  12. luismeteo3

    luismeteo3
    Expand Collapse
    Furacão

    Registo:
    14 Dez 2015
    Mensagens:
    14,274
    Local:
    Fatima
    Pois mas para mim não é fear porn. É uma noticia interessante, mas para a próxima não posto nada.
     
  13. Orion

    Orion
    Expand Collapse
    Furacão

    Registo:
    5 Jul 2011
    Mensagens:
    15,527
    Local:
    Ponta Delgada, Açores
    Portugal teve perdas de €6,8 mil milhões devido a alterações climáticas

    Para os interessados, o relatório está aqui.

    :palmas::uau::D

    Só uma coisa...

    A aurora está no contexto errado :D

    Aqui nada decido. Deixei a minha recomendação e o racional subjacente. Continua a haver a mesma liberdade :D
     
    Collapse Signature Expandir Assinatura
  14. irpsit

    irpsit
    Expand Collapse
    Cumulonimbus

    Registo:
    9 Jan 2009
    Mensagens:
    2,143
    Local:
    Salzburgo, Áustria
    O James Hansen, mesmo sendo uma pessoa controversa, apresentou um artigo científico, em conjunto com a NASA e uma dezena de instituicoes e universidades americanas, em que atingindo o limiar dos 2°C (e já nao estámos assim muito longe deste) a subida dos níveis do mar pode ser exponencial em vez de linear e atingir níveis de vários metros (em vez de somente um metro) em 2100, numa altura em que a geracao dos nossos filhos ainda irá experienciar provavelmente.

    http://www.atmos-chem-phys.net/16/3761/2016/

    Se uma guerra na Síria, com 1 milhao de refugiados na Europa, já causou a crise que vemos, imaginem os muitos mais milhoes de refugiados de países e cidades como o Bangladesh, Holanda, Sidney, Nova Iorque, Londres, etc... seria o fim da civilizacao e a entrada numa nova idade das trevas.
    http://www.atmos-chem-phys.net/16/3761/2016/
    Portanto nao digam que é alarido. A possibilidade é elevada e baseada em estudos cientificos peer-reviewed, e mesmo o consenso de uma subida de 1 metro já é catastofico e uma ameaca para a estabilidade da nossa civilizacao

    O problema é que este problema é tao gigantesco, e as solucoes parecem tao dificeis de se por em prática, que hoje em dia há um numero crescente de pessoas a enterrar a cabeca na areia, e a empurrar a batata quente (ou a bomba) para debaixo do tapete.

    Já chega de ser tempo de discutir se os cientistas estao ou nao errados. É uma perigosa perda de tempo. È tempo é de tomar accao. Accao dramática, nao só de reduzir o impacto destas mudancas, mas preparar a nossa vida (e a dos nossos filhos) para o cenário catastrófico que provavelmente virá.
     
    Collapse Signature Expandir Assinatura
    luismeteo3 gostou disto.
  15. Orion

    Orion
    Expand Collapse
    Furacão

    Registo:
    5 Jul 2011
    Mensagens:
    15,527
    Local:
    Ponta Delgada, Açores
    Que tipo de alterações se deve fazer?
     
    Collapse Signature Expandir Assinatura

Partilhar esta Página