Aquecimento Global

martinus

Cumulus
Registo
22 Dez 2006
Mensagens
438
Local
Portugal
link, traduzido para português, significa ligação: há uma ligação (de causalidade) entre a diminuição da actividade solar e a descida das temperaturas. A diminuição da actividade solar mede-se pelo número de manchas solares, mas também por diversos outros factores. Curiosamente, neste momento, todos os factores estão a dar valores baixos, muito baixos... Vê este link (ligação a uma página na web) a propósito deste assunto (está em inglês, e é uma página da NASA, não é uma página da conspiração dos frigoríficos --> "frigoríficos" são os cépticos do chamado "aquecimento global"): http://science.nasa.gov/headlines/y2009/01apr_deepsolarminimum.htm
 

cova beira

Nimbostratus
Registo
29 Dez 2008
Mensagens
587
Local
Tortozendo
penso que quando a nossa fonte de energia é o sol é simples pensar que quando ele sofre alteraçoes algo aqui na terra tem de mudar


a razao deste pequeno aquecimento do ultimo seculo pode ate nem ser o sol mas o dioxido carbono acho que é algo absurdo eu nao tenho a certeza nem factos cientificos que o provem mas provavelmente no sec 19 a subida de temperatura foi ate maior que a do sec 20

sunspotsfor.jpg
 

cova beira

Nimbostratus
Registo
29 Dez 2008
Mensagens
587
Local
Tortozendo
maunderminimum_strip2.gif



na primeira imagem é engracado repararmos que o minimo de dalton coicide com o celebre ano 1816 denominado de ano sem verao

ja nesta segunda figura temos o minimo de maunder que provavelmente foi ate provocou anos mais severos
 

Mjhb

Super Célula
Registo
15 Abr 2009
Mensagens
6,105
Local
.
maunderminimum_strip2.gif



na primeira imagem é engracado repararmos que o minimo de dalton coicide com o celebre ano 1816 denominado de ano sem verao

ja nesta segunda figura temos o minimo de maunder que provavelmente foi ate provocou anos mais severos

É sinceramente esquisito, e algo interessante...:intrigante::huhlmao:
 

martinus

Cumulus
Registo
22 Dez 2006
Mensagens
438
Local
Portugal
"temos o minimo de maunder que provavelmente foi ate provocou anos mais severos"

Um personagem da corte francesa de Versalhes, manteve um diário durante muitos anos, e acho que é em 1703 que ele narra um Inverno incrível: Os tonéis de vinho rebentaram nas adegas, com a congelação do vinho; o mar gelou na costa norte francesa, os pássaros iam em voo e caiam mortos ao chão, as plantas morriam nos campos agrícolas. Se voltar a encontrar o texto, coloco-o aqui.

p.s. Foi o Inverno de 1708-1709 em França. Vai transcrito a seguir, não foi difícil de encontrar. A isto é que se chama "a pequena glaciação".
 

martinus

Cumulus
Registo
22 Dez 2006
Mensagens
438
Local
Portugal
Title: The Memoirs of Louis XIV., His Court and The Regency, Complete
Author: Duc de Saint-Simon
Release Date: September 29, 2006 [EBook #3875]
Language: English
Character set encoding: ASCII

*** START OF THIS PROJECT GUTENBERG EBOOK THE MEMOIRS OF LOUIS XIV., ***

[...]

CHAPTER XLIV

Tremendous Cold in France.--Winters of 1708-1709

[...]

"CHAPTER XLIV.

One of the reasons Madame de Maintenon had brought forward, which much
assisted her in opposing the siege of Lille, was the excessive cold of
this winter. The winter was, in fact, terrible; the memory of man could
find no parallel to it. The frost came suddenly on Twelfth Night, and
lasted nearly two months, beyond all recollection. In four days the
Seine and all the other rivers were frozen, and,--what had never been
seen before,--the sea froze all along the coasts, so as to bear carts,
even heavily laden, upon it. Curious observers pretended that this cold
surpassed what had ever been felt in Sweden and Denmark. The tribunals
were closed a considerable time. The worst thing was, that it completely
thawed for seven or eight days, and then froze again as rudely as before.
This caused the complete destruction of all kinds of vegetation--even
fruit-trees; and others of the most hardy kind, were destroyed. The
violence of the cold was such, that the strongest elixirs and the most
spirituous liquors broke their bottles in cupboards of rooms with fires
in them, and surrounded by chimneys, in several parts of the chateau of
Versailles. As I myself was one evening supping with the Duc de
Villeroy, in his little bedroom, I saw bottles that had come from a well-
heated kitchen, and that had been put on the chimney-piece of this bed-
room (which was close to the kitchen), so frozen, that pieces of ice fell
into our glasses as we poured out from them. The second frost ruined
everything. There were no walnut-trees, no olive-trees, no apple-trees,
no vines left, none worth speaking of, at least. The other trees died in
great numbers; the gardens perished, and all the grain in the earth. It
is impossible to imagine the desolation of this general ruin. Everybody
held tight his old grain. The price of bread increased in proportion to
the despair for the next harvest. The most knowing resowed barley where
there had been wheat, and were imitated by the majority. They were the
most successful, and saved all; but the police bethought themselves of
prohibiting this, and repented too late! Divers edicts were published
respecting grain, researches were made and granaries filled;
commissioners were appointed to scour the provinces, and all these steps
contributed to increase the general dearness and poverty, and that, too,
at a time when, as was afterwards proved, there was enough corn in the
country to feed all France for two years, without a fresh ear being
reaped."

(Louis de Rouvroy, duc de Saint‑Simon).
Mémorialiste français (Paris, 1675 - Paris, 1755).
 

irpsit

Cumulonimbus
Registo
9 Jan 2009
Mensagens
2,326
Local
Inverness, Escocia
Sim, foi mesmo duro.
Aliás, tudo começou antes.
Temos a famine (fome) de 1314-1317, provavelmente causada por vulcanismo combinada com o ínicio do clima mais frio. Foram vários anos sem Verão (pelos relatos históricos pareceu ser pior que 1816)
Depois, o clima foi arrefecendo, enquanto a actividade solar era reduzida, e nas décadas de 1680s, 1690s, 1700s, foram mesmo anos muito frios, com fomes e mortes pela Europa e na Rússia.
Aliás pareceu ser assim a idade medieval desde os 1300s até aos 1800s.
Os glaciares estavam muito avançados, e destruiam casas e vilas inteiras; os rios na Europa gelavam no Inverno durante 1-2 meses (quando hoje em dia quase nunca congelam), e como diz o relato o oceano congelava nas Ilhas Britânicas e e norte da França (com icebergs visíveis nestas zonas). Pelo que penso até nevava frequentemente em várias serras portuguesas do litoral Centro e Norte.
A partir de 1750 o clima ainda era frio (a julgar pelas pinturas históricas que retratam a Europa com rios congelados). Em 1816 surgiu o ano sem Verão, após a explosão do Tambora, mas durante tb o Mínimo de Maunder. A actividade solar começou a aumentar depois; mas o clima ainda permanecia frio, aliás as fomes ainda ocorreram na década de 1840. Muitas vezes, surgiam revoluções por causa destas mudanças sociais e climáticas. O clima começou a aquecer na segunda metade do século XIX.

Se forem antes, até 850-1100, vão encontrar a época do máximo medieval que parece ter sido mais quente que a actual (a julgar pelos glaciares).

E os anos de 1910-1930, foram frios?
Porque foi quando a actividade solar foi mais fraca no Século passado!
Não parece pelos relatos históricos.
Aliás a década de 30 foi a mais quente do último século, a seguir à de 90.
Ou então, os efeitos no arrefecimento oceânico demorou tempo a surgir.

As décadas mais frias surgiram depois da segunda guerra mundial, durante a década de 40, 50 e 60 (quando a actividade solar era precisamente muito elevada!!).
O interessante é seguir os registros da actividade solar, e das temperaturas (por exemplo, pelos aneis das árvores).

De qualquer modo, eu acho que a actividade solar vai reduzir-se neste século, e o clima arrefecer: é o meu palpite. :D


"temos o minimo de maunder que provavelmente foi ate provocou anos mais severos"

Um personagem da corte francesa de Versalhes, manteve um diário durante muitos anos, e acho que é em 1703 que ele narra um Inverno incrível: Os tonéis de vinho rebentaram nas adegas, com a congelação do vinho; o mar gelou na costa norte francesa, os pássaros iam em voo e caiam mortos ao chão, as plantas morriam nos campos agrícolas. Se voltar a encontrar o texto, coloco-o aqui.

p.s. Foi o Inverno de 1708-1709 em França. Vai transcrito a seguir, não foi difícil de encontrar. A isto é que se chama "a pequena glaciação".
 

cova beira

Nimbostratus
Registo
29 Dez 2008
Mensagens
587
Local
Tortozendo
algumas provas daquilo que me parece demasiado óbvio deixo tambem o alerta para o facto de que nos ultimos 60 a 70 anos o periodo mais frio foi nos anos setenta em que muitos cientistas afirmavam vir uma nova glaciacao , para nao varia coicide com o ciclo solar mais baixo destes ultimos anos




georgieva.png



irradiance.gif
 

cova beira

Nimbostratus
Registo
29 Dez 2008
Mensagens
587
Local
Tortozendo
para terminar deixo esta imagem para nao nos esquecermos que o sol é bastante poderoso ,,,,,,,,,,em tamanho e certamente em alterar o clima terrestre mais que a raca humana




1_planetas-sol.jpg
 

rozzo

Staff
Registo
11 Dez 2006
Mensagens
2,473
Local
Alcochete/Lisboa
Eh pa esta discussão está cíclica e um pouco repetitiva.. Só estou a escrever para lembrar isso.. Uma coisa são argumentos ou dados novos, outra coisa é de mês a mês vir-se escrever o que já se escreveu..
Não é por mal.. Mas não me parece muito necessário lembrar e "ensinar" que o Sol é poderoso e domina acima do resto (incluindo actividade humana) o clima terrestre, assim como os mínimos e máximos de actividade solar estão relacionados com períodos mais quentes ou frios no Clima.. Não sabemos já todos isso? E os gráficos dos mínimos, máximos, etc, já foram colocados aqui vezes sem conta! :D
A questão é se independentemente disso existe ou não forçamento pelo Homem para aquecimento "não natural".. Penso que era isso que se procurava debater e com argumentos novos ao fim de tanto tempo neste tópico..
Mas pronto.. :rolleyes:
 

martinus

Cumulus
Registo
22 Dez 2006
Mensagens
438
Local
Portugal
Apenas para notar que o Homem também faz parte da natureza e, por si mesmo, é uma força da natureza. Basta lembrar o poema de António Gedeão "Quero o bem da natureza, que a natureza sou eu e as forças da natureza nunca ninguém as venceu". Por isso, nada do que é humano é "não natural". Ainda que, não existe "aquecimento global" se, seja qual for a acção humana, o planeta estiver a arrefecer por razões astrofísicas, ou outras.
 

Vince

Furacão
Registo
23 Jan 2007
Mensagens
10,624
Local
Braga
algumas provas daquilo que me parece demasiado óbvio deixo tambem o alerta para o facto de que nos ultimos 60 a 70 anos o periodo mais frio foi nos anos setenta em que muitos cientistas afirmavam vir uma nova glaciacao , para nao varia coicide com o ciclo solar mais baixo destes ultimos anos

georgieva.png


irradiance.gif



Há um pensamento recorrente que alguns querem fazer crer que a ciência climática acha que o sol não tem influência. Ora isso é um enorme disparate.
A radiação solar é dos principais parâmetros dos modelos climáticos como não podia deixar de ser, o seu peso no clima é significativo, qualquer pessoa sabe isso, até uma criança a olhar pro céu, e as suas variações do passado tem ajudado a calcular o peso de todos os parâmetros nos modelos. Tal como acontece com os vulcões, onde cada erupção é preciosa para testar e validar modelos.

Puseste dois gráficos no teu post, mas deverias usar apenas um com ambos os dados (imagem em baixo). Assim perceberias que há qualquer coisa nova que está a fazer aumentar a temperatura, e essa coisa não tem sido as variações do sol nem vulcões nem outros factores naturais que conhecemos e não controlamos. O debate resume-se a isto, os gráficos que puseste estão mais próximos de mostrar a possível causa humana (ou pelo menos outra desconhecida) e não o contrário, que é o sol e do que conhecemos dele.

solar3.jpg


Sobre esse assunto, tens muitos textos a explicar este assunto com algum detalhe:

-> Here Comes the Sun
-> Here Comes the Sun, part 2
-> Stalking the Elusive Solar-cycle/Temperature Connection
-> How to Fool Yourself
 

Mário Barros

Furacão
Registo
18 Nov 2006
Mensagens
12,501
Local
Cavaleira (Sintra)
Global cooling hits Al Gore's home

Nashville, the home of leading global warming prophet Al Gore, has enjoyed the coolest July 21 on record, observes Christopher Booker.

It was delightfully appropriate that, as large parts of Argentina were swept by severe blizzards last week, on a scale never experienced before, the city of Nashville, Tennessee, should have enjoyed the coolest July 21 in its history, breaking a record established in 1877. Appropriate, because Nashville is the home of Al Gore, the man who for 20 years has been predicting that we should all by now be in the grip of runaway global warming.

His predictions have proved so wildly wrong – along with those of the Met Office's £33 million computer model which forecast that we should now be enjoying a "barbecue summer" and that 2009 would be one of "the five warmest years ever" – that the propaganda machine has had to work overtime to maintain what is threatening to become the most expensive fiction in history.

Fonte: Sunday Telegraph

É que nem vou dizer nada :lmao::lmao::lmao::lmao::lmao::lmao: