Biodiversidade

Tópico em 'Biosfera e Atmosfera' iniciado por psm 15 Nov 2008 às 20:50.

  1. MSantos

    MSantos
    Expand Collapse
    Super Célula

    Registo:
    3 Out 2007
    Mensagens:
    8,585
    Local:
    Sto. Estêvão (Benavente) Monte da Barca (Coruche)
    Outra boa iniciativa do PAN que infelizmente foi chumbada foi a proibição do uso do Diclofenac de uso veterinário, este medicamento causa mortalidade em Aves necrofagas ameaçadas como o abutre-negro, o grifo ou o abutre-do-egipto. É um produto que não faz sentido autorizar já que há alternativas com muito menor impacto ambiental.

    Em relação à colheita de azeitona nocturna penso que também não faz grande sentido manter, já basta o quão maus são os olivais intensivos para a biodiversidade, quanto mais ainda se tornarem piores por causa da colheita nocturna.

    Espero que não seja por perderem tempo com coisas supérfluas que depois quando promovem coisas úteis e importantes não sejam levados a sério...
     
    Collapse Signature Expandir Assinatura
  2. Orion

    Orion
    Expand Collapse
    Furacão

    Registo:
    5 Jul 2011
    Mensagens:
    15,575
    Local:
    Ponta Delgada, Açores
  3. Pedro1993

    Pedro1993
    Expand Collapse
    Super Célula

    Registo:
    7 Jan 2014
    Mensagens:
    6,136
    Local:
    Torres Novas(75m)


    É caso para dizer "uma foto vale mais que mil palavras".
    Tantas pessoas que não gostam que elas façam os seus ninhos no beirados porque sujam tudo, e eu ando aqui á anos, a tentar "convencer", as andorinhas, que tenho aqui um T2, disponivel para elas.
     
    Collapse Signature Expandir Assinatura
  4. MSantos

    MSantos
    Expand Collapse
    Super Célula

    Registo:
    3 Out 2007
    Mensagens:
    8,585
    Local:
    Sto. Estêvão (Benavente) Monte da Barca (Coruche)
    Na casa dos meus pais temos dois ninhos, durante alguns anos era só um, mas este ano passámos a ter dois casais com os ninhos um ao lado do outro. A minha mãe não lhes acha grande piada, sim, sujam tudo! :D
     
    Collapse Signature Expandir Assinatura
    algarvio1980 e Pedro1993 gostaram disto.
  5. Between

    Between
    Expand Collapse
    Cirrus

    Registo:
    17 Nov 2018
    Mensagens:
    70
    Local:
    Amarante (atual) | Porto
    Quando estás à procura de escaravelho nas batateiras e encontras uma beleza destas... que até se deixou fotografar. Lindíssima, das fotos mais bonitas que já tive o prazer de registar na minha horta.

    [​IMG]
     
  6. Pedro1993

    Pedro1993
    Expand Collapse
    Super Célula

    Registo:
    7 Jan 2014
    Mensagens:
    6,136
    Local:
    Torres Novas(75m)
    É verdade, é um prazer poder contar com uma visita desta borboleta, também tive essa sorte agora á pouco tempo.
    É também uma das maiores boroletas que se consegue observar com alguma sorte, e claro com boas práticas agrícolas.
     
    Collapse Signature Expandir Assinatura
    João Pedro, Between e Thomar gostaram disto.
  7. Thomar

    Thomar
    Expand Collapse
    Nimbostratus

    Registo:
    19 Dez 2007
    Mensagens:
    1,974
    Local:
    Cabanas - Palmela (75m)
    Muito boa a foto! Exemplar muito bonito!
     
    Collapse Signature Expandir Assinatura
  8. João Pedro

    João Pedro
    Expand Collapse
    Cumulonimbus

    Registo:
    14 Jun 2009
    Mensagens:
    4,137
    Local:
    Porto, Campo Alegre (50m)
    Um belíssimo exemplar de borboleta-zebra (Iphiclides feisthamelii), das maiores da nossa fauna :)
    Também gostou das tuas batatinhas está visto... :D Bela foto :thumbsup:
     
    Collapse Signature Expandir Assinatura
    Between, MSantos e Pedro1993 gostaram disto.
  9. belem

    belem
    Expand Collapse
    Cumulonimbus

    Registo:
    10 Out 2007
    Mensagens:
    3,814
    Local:
    Sintra
     
    Collapse Signature Expandir Assinatura
    RStorm, Thomar e Pedro1993 gostaram disto.
  10. belem

    belem
    Expand Collapse
    Cumulonimbus

    Registo:
    10 Out 2007
    Mensagens:
    3,814
    Local:
    Sintra
     
    Collapse Signature Expandir Assinatura
    RStorm gostou disto.
  11. jonas_87

    jonas_87
    Expand Collapse
    Furacão

    Registo:
    11 Mar 2012
    Mensagens:
    15,022
    Local:
    Alcabideche, Cascais - cota 119 mts
    Ontem vi um sardão de tamanho mediano atropelado na estrada, devia ter sido atropelado há poucas horas.
    Os dias estão pouco quentes talvez procurem mais o piso alcatroado.
    A localização foi aqui:
    Alfinete
    Perto de: Estr. Principal, Santo Isidoro
    https://maps.app.goo.gl/kp84FvnjEZNsvJxQ8
     
    Collapse Signature Expandir Assinatura
    RStorm gostou disto.
  12. Pek

    Pek
    Expand Collapse
    Cumulonimbus

    Registo:
    24 Nov 2005
    Mensagens:
    3,209
    Local:
    Menorca
    Quatro fotos que tirei há dois dias no oeste de Menorca da borboleta tigre (Danaus chrysippus), extremamente rara na ilha e uma novidade para os itinerários do projeto de seguimento de borboletas diurnas em que trabalho:

    [​IMG]

    [​IMG]


    Macho

    [​IMG]


    Fêmea

    [​IMG]
     
  13. algarvio1980

    algarvio1980
    Expand Collapse
    Super Célula

    Registo:
    21 Mai 2007
    Mensagens:
    9,176
    Local:
    Olhão (24 m)
    Collapse Signature Expandir Assinatura
    MSantos, Thomar e Pedro1993 gostaram disto.
  14. Thomar

    Thomar
    Expand Collapse
    Nimbostratus

    Registo:
    19 Dez 2007
    Mensagens:
    1,974
    Local:
    Cabanas - Palmela (75m)
    Universidade do Minho está em "programa revolucionário" de monitorização da biodiversidade

    A Universidade do Minho (UMinho)representa Portugal no BIOSCAN, um programa "revolucionário de inventariação e monitorização da biodiversidade" à escala global e que é hoje lançado em Trondheim, na Noruega, divulgou hoje a academia.

    Num comunicado enviado à Lusa, a UMinho explica que o BIOSCAN envolve mais de mil investigadores de 31 países e tem um financiamento de 180 milhões de euros para os próximos sete anos.

    O programa, refere, permitirá "a descoberta de plantas, animais, fungos, algas e seres unicelulares a um ritmo sem precedentes, além de aprofundar o conhecimento das simbioses entre as espécies e permitir monitorizar à escala global a dinâmica das comunidades biológicas".

    O sistema de identificação baseia-se em códigos de barras de ADN, análogos aos códigos de barras dos produtos comerciais, ao definir para cada espécie um conjunto específico de carateres genéticos.

    "Conhecemos cerca de dois milhões de espécies, mas estima-se existirem possivelmente entre 10 e 20 milhões, há um trabalho gigante por fazer. Por isso, esperamos até 2026 compilar códigos de barras de ADN de pelo menos as cerca de dois milhões de espécies formalmente reconhecidas, revelando pelo caminho numerosas novas espécies", refere Filipe Costa, investigador do Centro de Biologia Molecular e Ambiental (CBMA) e professor do Departamento de Biologia da Escola de Ciências da UMinho.

    Por via da expansão da biblioteca global de códigos de barras de ADN, o BIOSCAN vai auxiliar na verificação da autenticidade de alimentos, na deteção facilitada de pragas agrícolas, no controlo de produtos nas alfândegas, na bioprospeção e na conservação da biodiversidade.

    "O caminho é virmos a saber logo se a lata de conserva tem cavala ou sarda, se a planta do bosque tem perfil medicinal, se um mosquito é da espécie que transmite malária, se uma determinada erva é considerada invasora na União Europeia ou, então, inferir se determinada pesca é sustentável com base na ocorrência e distribuição das larvas de peixe", explica a nota.

    Filipe Costa destaca ainda que, "através dos códigos de barras de ADN, pode-se também fazer avaliações em larga escala sobre o impacto das alterações ambientais na estrutura dos ecossistemas. Isso permitirá à humanidade gerar informação suficiente para formular políticas que protejam a biodiversidade global".

    O BIOSCAN é o segundo projeto lançado pelo International Barcode of Life (iBOL), o "maior consórcio de sempre para a biodiversidade", que tem por alvo de estudo todas as espécies multicelulares e ecorregiões do planeta.

    O consórcio iBOL - liderado por Paul Hebert, da Universidade de Guelph (Canadá) - decidiu iniciar em 2010 uma proposta de inventariação da biodiversidade baseada no ADN.

    A primeira fase de trabalho durou até 2015, com o programa Barcode 500K, que gerou códigos de barra de DNA para 500.000 espécies e teve 125 milhões de euros de investimento.

    A segunda fase, com o programa BIOSCAN, vai analisar até 2026 as interações entre espécies e estabelecer as bases de uma rede monitorização da biodiversidade para a terceira fase, designada Missão para a Biodiversidade Planetária, a qual pretende completar em 20 anos o inventário total da vida e implementar um sistema global de biovigilância.

    O 'site' oficial do projeto é ibol.org/programs/bioscan.



    JCR // ROC

    Lusa/Fim

     
    Collapse Signature Expandir Assinatura
    belem, Ricardo Carvalho e Pedro1993 gostaram disto.
  15. algarvio1980

    algarvio1980
    Expand Collapse
    Super Célula

    Registo:
    21 Mai 2007
    Mensagens:
    9,176
    Local:
    Olhão (24 m)
    Collapse Signature Expandir Assinatura
    Thomar, belem e Pedro1993 gostaram disto.

Partilhar esta Página