Floresta portuguesa e os incêndios

Tópico em 'Biosfera e Atmosfera' iniciado por frederico 20 Jul 2010 às 22:23.

  1. Gerofil

    Gerofil
    Expand Collapse
    Super Célula

    Registo:
    21 Mar 2007
    Mensagens:
    9,338
    Local:
    Estremoz (401 metros)
    Reportagens RTP:

    Monchique. Técnicos recolhem informações no terreno
    O Observatório Técnico Independente dos incêndios florestais promete para daqui a um mês um relatório sobre o incêndio de Monchique do último verão. Os responsáveis estão esta quarta-feira de visita às áreas afetadas para tentar tirar lições para o futuro.


    Sementes são lançadas por via aérea para reflorestar Silves
    Já começou a reflorestação de alguns dos terrenos consumidos no ano passado pelo incêndio em Silves. Estão a ser lançadas sementes por via aérea.
     
    Collapse Signature Expandir Assinatura
    Pedro1993 gostou disto.
  2. Gerofil

    Gerofil
    Expand Collapse
    Super Célula

    Registo:
    21 Mar 2007
    Mensagens:
    9,338
    Local:
    Estremoz (401 metros)
    Collapse Signature Expandir Assinatura
    #1817 Gerofil, 1 Mar 2019 às 00:00
    Última edição: 1 Mar 2019 às 00:48
    bandevelugo gostou disto.
  3. AJB

    AJB
    Expand Collapse
    Nimbostratus

    Registo:
    5 Mar 2009
    Mensagens:
    944
    Local:
    Baião
    :D
    O do XV parece me um "tacho" pra não ficar chateado...uma vez que não foi selecionado para a primeira CTI:lol:
    Julgo que expressei bem a minha opinião;)
     
    Collapse Signature Expandir Assinatura
    MSantos e Gerofil gostaram disto.
  4. DaniFR

    DaniFR
    Expand Collapse
    Nimbostratus

    Registo:
    21 Ago 2011
    Mensagens:
    1,777
    Local:
    Coimbra (75 m)
    80% das árvores plantadas nos pinhais do litoral morreram

    Entre 70 a 80% das árvores plantadas para reflorestar as áreas ardidas nas matas nacionais do litoral morreram, anunciou hoje o presidente do Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas (ICNF).

    Na Mata Nacional de Leiria, onde foi apresentado o Plano de Investimentos Matas Públicas do Centro e Litoral, que será aplicado até 2022, Rogério Rodrigues revelou a necessidade “de fazer retanchas [substituições] em cerca de 70 a 80% das áreas”:

    “De 2018 para 2019 tivemos grandes taxas de mortalidade”, disse, apontando “um ano muito seco” e “picos de 45 a 47 graus centígrados no verão” como fatores que aumentaram a dificuldade de “pequenas plantas viverem”.

    “Essas áreas terão de ser replantadas”, anunciou Rogério Rodrigues, lembrando que, em terrenos como o da Mata Nacional de Leiria, o normal são mortalidades de 20 a 30%.

    O presidente do ICNF espera que “o tempo ajude” a fazer vingar o investimento de 18 milhões de euros anunciado hoje para as matas do litoral centro.

    “Se tivermos outonos muito chuvosos e primaveras não muito secas, mas chuvosas, toda a planificação terá um grau de sucesso ainda maior e, na que já tiver ocorrido, teremos menos mortalidade”, acrescentou.

    Num dos talhões ardidos em 2017, durante “os dois grandes incêndios que acabaram por consumir 24 mil hectares em 12 horas”, Rogério Rodrigues descreveu os detalhes do Plano de Investimentos Matas Públicas do Centro e Litoral, que intervirá também nas áreas afetadas pela passagem do furacão Leslie, em 2018.

    A estruturação das áreas verdes que sobreviveram, retirada das árvores partidas e derrubada pelo Leslie, recuperação de zonas ardidas e beneficiação da rede viária são intervenções contempladas no plano, que conta com um orçamento de 18 milhões de euros suportado pela venda da madeira.

    O presidente do ICNF garantiu ainda capacidade de resposta dos viveiros nacionais para “fornecer plantas para mais de uma década”.

    “Finalmente conseguimos ir melhorando o ritmo de produção dos viveiros de Amarante, da Malcata e também no sul do país. Os nossos viveiros estão preparados para a plantação de 2019, 2020, e, a partir daí, para que todo o trabalho de arborização esteja concluído”, explicou.

    Concretamente na Mata Nacional de Leiria, o secretário de Estado das Florestas e do Desenvolvimento prometeu que a mancha verde continuará a “ser um pinhal”.

    “Quem pensou, pensou bem: vamos continuar a ter pinhal bravo”, afirmou Miguel Freitas, avançando que, “por proposta da Comissão Científica”, serão testadas outras árvores de crescimento lento “em zonas essencialmente de proteção”.

    O pinhal, que está no concelho da Marinha Grande, receberá “cordões de pinheiro manso” nas “grandes autoestradas de defesa da floresta contra incêndios” que serão criadas.

    Notícias de Coimbra
     
    MSantos, frederico, dahon e 1 outra pessoa gostaram disto.
  5. Pedro1993

    Pedro1993
    Expand Collapse
    Super Célula

    Registo:
    7 Jan 2014
    Mensagens:
    6,103
    Local:
    Torres Novas(75m)
    Haja alguém, com uma excelente ideia de aproveitamento de sobrantes, até porque para muitas pessoas a única solução que lhes sabem é a queima.
    Só para enumerar aqui o raproveitamento do material, que foi a estabilização da linha de água, abrigo para fauna e flora, e foi uns quilos a menos de CO2 que não foi para a atmosfera.

     
    Collapse Signature Expandir Assinatura
    luismeteo3 gostou disto.
  6. Ricardo Carvalho

    Ricardo Carvalho
    Expand Collapse
    Nimbostratus

    Registo:
    23 Jul 2015
    Mensagens:
    1,550
    Local:
    Azeitão/Sesimbra
    Ok, obrigado! Os fireboss já tinha percebido que sim ;) O resto não posso mesmo comentar, porque não percebo nada do assunto! O Jesus diz que não é electricista , e eu digo que de mecânica aéreo náutica não percebo eu:p, aquilo que espero é que se tal suceder e for necessário as barragens tenham água suficiente para os mesmos poderem efectuar Scooping ;)
     
    Collapse Signature Expandir Assinatura
    Pedro1993 gostou disto.
  7. slbgdt

    slbgdt
    Expand Collapse
    Cumulus

    Registo:
    31 Jan 2015
    Mensagens:
    274
    Local:
    Barcelos
    Tudo depende do sítio.
    Hoje estavam a fazer na foz do Lima.
    Descargas em menos de 5 minutos.
    Na minha terra demoravam 10 porque iam a Esposende.
    Porém portugal deveria apostar mais neste tipo de avião, pequeno, ágil que abastece em qualquer lado e acima de tudo muito mais barato.
    Porém na TV os canadairs têm mais pinta.

    Além destes estão alugados helis ATI e respectiva equipa.

    Os Kamov são muito muito bons mas cairam nas mãos erradas, os 13 espanhóis nunca pararam mesmo com o cabo de 7 metros
     
    Ricardo Carvalho e Pedro1993 gostaram disto.
  8. dahon

    dahon
    Expand Collapse
    Nimbostratus

    Registo:
    1 Mar 2009
    Mensagens:
    1,401
    Local:
    Viseu(530m)/Coimbra
    Tenho ideia que também estão dois fireboss no aeródromo de Viseu. Pelo menos tenho ideia de os já lá ter visto este ano.
     
  9. slbgdt

    slbgdt
    Expand Collapse
    Cumulus

    Registo:
    31 Jan 2015
    Mensagens:
    274
    Local:
    Barcelos
    Os 4 que referi tenho certeza porque estiveram em Barcelos sábado.

    Hoje estão por Viana do Castelo:
     
    Ricardo Carvalho e Pedro1993 gostaram disto.
  10. Pedro1993

    Pedro1993
    Expand Collapse
    Super Célula

    Registo:
    7 Jan 2014
    Mensagens:
    6,103
    Local:
    Torres Novas(75m)
    Pois este calor. ainda tão cedo, tem levado a um elevado número de ocorrencias diárias, e a chuva que tanta falta já vai fazendo pelo nosso país fora, tarda em não.
    De facto se as coisas já estão compliacadas nesta altura do ano, no inicio ou no fim do verão, aliás, mais vale é não pensar no pior dos cenários a nível hídrico.
    Eu ontem ao ver no incendio de Proença a nova, labaredas já com mais de 3 metros de altura, e uma veículo dos bombeiros já a fugir apressado, foi uma situação que me deixou basntante apreensivo e preocupado.
     
    Collapse Signature Expandir Assinatura
    Ricardo Carvalho gostou disto.
  11. Ricardo Carvalho

    Ricardo Carvalho
    Expand Collapse
    Nimbostratus

    Registo:
    23 Jul 2015
    Mensagens:
    1,550
    Local:
    Azeitão/Sesimbra
    Completamente de acordo Pedro, e segundo a mesma fonte foi exactamente isso que aconteceu, foi feita a queima , ao final do dia foi cada um para sua casa, e o vento fez o resto! Mas pronto, a culpa vai morrer solteira porque havia licença para ser feita! :unsure: Agora resta saber a quanto tempo a licença estava passada :intrigante::malandro:
     
    Collapse Signature Expandir Assinatura
    Pedro1993 gostou disto.
  12. AJB

    AJB
    Expand Collapse
    Nimbostratus

    Registo:
    5 Mar 2009
    Mensagens:
    944
    Local:
    Baião
    A tal "mudança" que se apregoava desde 2018 foi (naturalmente) meramente conjuntural...de estrutural quase nada...
     
    Collapse Signature Expandir Assinatura
    Ricardo Carvalho gostou disto.
  13. Ricardo Carvalho

    Ricardo Carvalho
    Expand Collapse
    Nimbostratus

    Registo:
    23 Jul 2015
    Mensagens:
    1,550
    Local:
    Azeitão/Sesimbra
    Só não via quem não queria ver, mas a procissão infelizmente ainda nem saiu do adro da igreja :unsure:.
     
    Collapse Signature Expandir Assinatura
  14. Pedro1993

    Pedro1993
    Expand Collapse
    Super Célula

    Registo:
    7 Jan 2014
    Mensagens:
    6,103
    Local:
    Torres Novas(75m)
    Pois mais uma vez a responsabilidade não é de ninguém, e os fogos continuam a lavrar por aí fora.
    A responsabilidade, mesmo com licença ou não deverá recair sobre quem fez a queima, ou neste caso não reuniu todas as condições de segurança.
    As pessoas do campo, sempre adoraram fazer queimas ao fim do dia, e depois irem para casa ainda com as labaredas altas.
    Do meu ponto de vista a queima de sobrantes é, ou deveria de ser uma coisa já ultrapassada, pois está-se a desperdiçar, matéria organica, e lançar gases para a atmosfera sem necessidade.
    Ainda hoje ouvi uma conversa entre 2 pessoas, em que estão já "delirados", pelo trabalho que faz um triturador, e com o recurso final, que obtem para o compostor, ou para colocar logo na horta ou nas árvores de fruto.
    Os nutrientes que as estilha tem principalmente são o azoto e o nitrogénio, onde serve até para acelerar o processo de crescimento das plantas, nesta altura do ano, em que o solo aind anão tem a temperatura ideal.
    Eu neste momento ainda consigo obter centenas de quilos de sobrantes, mas já sei que num futuro próximo, já não vai ser bem assim, pois as pessoas começam a ter outra noção.
     
    Collapse Signature Expandir Assinatura
    luismeteo3 gostou disto.
  15. AJB

    AJB
    Expand Collapse
    Nimbostratus

    Registo:
    5 Mar 2009
    Mensagens:
    944
    Local:
    Baião
    É por haver cada vez mais alguns " ecourbanitas iluminados" por aí, que querem suprimir o fogo do ecossistema mediterraneo, que ha cada vez mais incêndios rurais de ENORMES dimensões
     
    Collapse Signature Expandir Assinatura
    MSantos gostou disto.

Partilhar esta Página