Gado bovino português e o Auroque

Tópico em 'Biosfera e Atmosfera' iniciado por belem 7 Set 2011 às 20:30.

  1. belem

    belem
    Expand Collapse
    Cumulonimbus

    Registo:
    10 Out 2007
    Mensagens:
    3,904
    Local:
    Sintra
    Relativamente à pelagem do auroque, não conheço praticamente descrições quanto à distribuição da sua densidade (excepto que tinham pelagem mais desenvolvida entre os chifres e que algumas mulheres até usavam cintos feitos com esta pelagem, porque se dizia que aumentava a fertilidade), mas em algumas regiões, durante certas alturas, alguns indivíduos poderiam ter uma extensão de pelagem algo farta a estender-se desde o focinho até ao plano dorso-lombar e passando pelo pescoço (e claro por entre os chifres).

    Vou colocar alguns exemplares de raças nacionais (alguns animais são jovens, como o terceiro a contar de cima), para que se possam apreciar algumas destas variações:


    [​IMG]

    [​IMG]

    [​IMG]

    [​IMG]

    [​IMG]

    A côr da pelagem entre os chifres foi descrita como indo do castanho ao negro. O castanho, possivelmente, podia ter alguns tons laranja, em alguns casos.
    Na zona dorso-lombar, a pelagem tornava-se mais clara (devido à presença da listra).

    E claro que existem bovinos portugueses com uma pelagem lanuda em praticamente todo o corpo, mas isso acontece sobretudo em certas regiões e durante o inverno.
     
    Collapse Signature Expandir Assinatura
    #106 belem, 19 Ago 2018 às 14:37
    Última edição: 19 Ago 2018 às 15:13
    Aristocrata e João Pedro gostaram disto.
  2. belem

    belem
    Expand Collapse
    Cumulonimbus

    Registo:
    10 Out 2007
    Mensagens:
    3,904
    Local:
    Sintra
    Vaca aos 4.42 m:




    Vaca Maronesa: (prenha) que faz parte do projeto de conservação da Maronesa primitiva com o qual coopero:

    [​IMG]
     
    Collapse Signature Expandir Assinatura
    #107 belem, 9 Set 2018 às 23:29
    Última edição: 11 Set 2018 às 23:33
    Aristocrata e João Pedro gostaram disto.
  3. João Pedro

    João Pedro
    Expand Collapse
    Cumulonimbus

    Registo:
    14 Jun 2009
    Mensagens:
    4,285
    Local:
    Porto, Campo Alegre (50m)
    São cá uns bisontes... metem respeito. Já tive de lidar com um uma vez e foi bonito foi... :D
     
    Collapse Signature Expandir Assinatura
    belem gostou disto.
  4. belem

    belem
    Expand Collapse
    Cumulonimbus

    Registo:
    10 Out 2007
    Mensagens:
    3,904
    Local:
    Sintra
    Quando visitei pela primeira vez a raça, uma coisa que me surpreendeu foi o enorme dimorfismo sexual (mesmo a nível de tamanho).
    Muitas raças domésticas já perderam esta característica...
    Ah e apesar de alguns touros serem pequenos, outros nem por isso (o do vídeo roça o tamanho do auroque ibérico, na sua variação mais baixa), e são até atléticos (e de tronco bem mais curto que o normal para raças domésticas, como se vê na Raça Brava, por exemplo). Digo isto, baseado no que vi pessoalmente, não em videos ou fotos.
     
    Collapse Signature Expandir Assinatura
    #109 belem, 10 Set 2018 às 00:19
    Última edição: 10 Set 2018 às 11:15
    Aristocrata e João Pedro gostaram disto.
  5. João Pedro

    João Pedro
    Expand Collapse
    Cumulonimbus

    Registo:
    14 Jun 2009
    Mensagens:
    4,285
    Local:
    Porto, Campo Alegre (50m)
    Sim, fiquei pasmado quando o vi chegar. Nunca tinha visto nenhum ao vivo, ao contrário das fêmeas que conhecia bastante bem, e a diferença era bem evidente.
     
    Collapse Signature Expandir Assinatura
    belem gostou disto.
  6. belem

    belem
    Expand Collapse
    Cumulonimbus

    Registo:
    10 Out 2007
    Mensagens:
    3,904
    Local:
    Sintra
    [​IMG]

    Touro Cacheno

    [​IMG]

    Vaca e touro da mesma raça postada acima.


    Também conheço pessoalmente a raça Cachena.
    Fiquei impressionado com alguns exemplares que encontrei.
    Estas fotos apenas nos dão alguma ideia do que são, pois tenho visto exemplares ainda mais primitivos.
    A ver se depois ponho fotos.
    Também coopero na proteção do tipo primitivo desta raça!
     
    Collapse Signature Expandir Assinatura
    #111 belem, 11 Set 2018 às 23:30
    Última edição: 11 Set 2018 às 23:50
    MSantos, João Pedro e Aristocrata gostaram disto.
  7. belem

    belem
    Expand Collapse
    Cumulonimbus

    Registo:
    10 Out 2007
    Mensagens:
    3,904
    Local:
    Sintra
    Uma vaca Maronesa (que selecionei para a Faia Brava), já chegou à reserva natural, no passado dia 20 de Setembro:

    [​IMG]

    Agora vai começar a ganhar músculo e dar-se com o restante grupo!

    Esta vaca também foi selecionada e já chegou à reserva (aqui ainda em Vila Pouca de Aguiar):

    [​IMG]
    Ambas estão habituadas ao lobo, pois existem alcateias que visitam regularmente as manadas onde cresceram.

    E foram juntar-se a estas 2 vacas que já estão na Faia Brava:

    [​IMG]
    Aqui ainda na quinta de onde foi escolhida (Alvão).

    [​IMG]
    Aqui já na reserva da Faia Brava (e com uma cria).


    E portanto esta é a outra Maronesa que já está na Faia Brava:

    [​IMG]
    Aqui também ainda na quinta (pouco antes de ir).

    Ambas também selecionadas por mim.
    O processo de seleção curiosamente inclue o comportamento dos bovinos perante a presença de outros animais (inclusivamente humanos).
    Agora pretendo avançar com um processo de seleção mais apertado... A ideia é substituir algumas Maronesas (mas não as que estão aqui nas fotos) por outras Maronesas ainda mais primitivas (isto porque lgumas Maronesas que estão na Faia Brava, não foram selecionadas por mim).
    Este processo de aperfeiçoamento, em princípio, também se vai estender ao projeto de Maronesas primitivas, a decorrer de momento, em Vila Pouca de Aguiar (em terra de lobos pois claro!).

    E pretendo avançar com o mesmo processo em relação aos Garranos da Faia Brava.

    Um Garrano aprovado por mim:

    [​IMG]

    Uma égua jovem que selecionei para a Faia Brava:

    [​IMG]

    Quanto à metodologia do processo de selecção, posso disponibilizar referências, caso seja pertinente.
     
    Collapse Signature Expandir Assinatura
    #112 belem, 22 Out 2018 às 11:55
    Última edição: 2 Mar 2019 às 15:46
  8. João Pedro

    João Pedro
    Expand Collapse
    Cumulonimbus

    Registo:
    14 Jun 2009
    Mensagens:
    4,285
    Local:
    Porto, Campo Alegre (50m)
    Tão bonitas :) A da terceira foto tem um ar super simpático :D
     
    Collapse Signature Expandir Assinatura
    belem gostou disto.
  9. MSantos

    MSantos
    Expand Collapse
    Super Célula

    Registo:
    3 Out 2007
    Mensagens:
    8,864
    Local:
    Foros Charneca (Benavente) / Mte. Barca (Coruche)
    Não nos cruzamos profissionalmente por pouco! Deixei a ATN em Dezembro de 2016, mas ainda tive a oportunidade de trabalhar em prol dos grandes herbívoros da reserva.:)

    Os garranos da Faia Brava têm algumas misturas, manchas brancas na cabeça, alguns são demasiado grandes, resumindo alguns não são completamente puros, mas não andam muito longe.

    Com as maronesas na altura existia algum cruzamento com sayaguesas, (havia lá dois touros que entretanto penso que foram vendidos).

    A ATN mantém outro projeto com outra raça de equídeo, o cavalo-do-sorraia ou zebro como também é designado.
     
    Collapse Signature Expandir Assinatura
    #114 MSantos, 24 Out 2018 às 00:04
    Última edição: 24 Out 2018 às 02:07
    remember, belem e João Pedro gostaram disto.
  10. belem

    belem
    Expand Collapse
    Cumulonimbus

    Registo:
    10 Out 2007
    Mensagens:
    3,904
    Local:
    Sintra
    Pois, é verdade.

    Em relação ao Garrano, não selecionei nenhum com manchas brancas, portanto já sabes que esses, não têm o meu sêlo de aprovação! ahahaha
    Mas assim que fizer a troca, os manchados (com manchas «piebald» derivadas da domesticação), por exemplo, vão ser excluídos (se alguém quiser saber a razão, envie-me uma pm).
    Em relação ao tamanho dos garranos, também não selecionei nenhum grande e é verdade que normalmente o garrano deve ser pequeno, mas atenção que acredito que o garrano originalmente , deveria ser maior do que é (pois o cavalo selvagem é maior, certamente)... Por isso a estatura (até um determinado valor), tem uma importância secundária no processo da selecção.
    A ideia é ir aprimorando o tipo primitivo e original de Garrano (que se está a tornar raro fora da Reserva).
    E dentro da raça Garrana, existem 2 tipos de cavalo selvagem ibérico (baseando na côr e padrão da pelagem), que também estou a tentar preservar na Faia Brava.

    E sim, houveram uns cruzamentos experimentais da Maronesa com a Sayaguesa (iniciativa não realizada por mim), mas tal processo (disseram-me), foi abandonado..
    Também não concordo com o cruzamento com a Sayaguesa, além de que a Reserva, perde o direito aos subsídios que são atribuídos à preservação das raças autóctones.
    A Sayaguesa agora está a ser criada nos Campanários de Azaba.
    Todas as Maronesas que coloquei aqui nas imagens, são animais registados no livro genealógico.

    Eu conheço a iniciativa com o Sorraia, mas não estou envolvido nesse projeto.
    Estou antes envolvido com um projeto de conservação de um tipo de cavalo primitivo ibérico, que deixou descendência nas Américas (trata-se de uma variedade de mustang levada pelos conquistadores) e é muito raro na P. Ibérica.
    Depois coloco fotos.
     
    Collapse Signature Expandir Assinatura
    #115 belem, 24 Out 2018 às 01:03
    Última edição: 25 Out 2018 às 00:37
    remember, João Pedro e MSantos gostaram disto.
  11. belem

    belem
    Expand Collapse
    Cumulonimbus

    Registo:
    10 Out 2007
    Mensagens:
    3,904
    Local:
    Sintra
    Pode-se dizer que é uma vaca simpática, pois está habituada à presença de pessoas, mas em relação a estranhos fica a alguma distância.
    Agora na Faia Brava, tem um comportamento mais bravio, e às vezes assim que vê uma pessoa (mesmo que seja a várias dezenas de metros) começa a esconder-se.
    A foto com ela em estado de semi-liberdade, foi conseguida com «zoom».
    É preciso binóculos, para ver bem o que se passa ao longe...

    Aqui está o touro Maronês (reprodutor) que escolhi para a Faia Brava (veja-se o ângulo e diâmetro da armação...), no dia em que chegou à reserva (teve que vir acompanhado com uma vaca, que não seleccionei):

    [​IMG]

    Ele não é pequeno, apenas está numa zona mais baixa e bem ao longe.
    Foi positivo, tendo em conta que quando o encontrei em Mondim de Basto, passava a vida preso por uma corda (com pouca liberdade de movimentos) e o dono queria que o touro tivesse uma vida melhor e dizia-me que qualquer dia o touro rebentava com tudo (nesta foto tinha uns 4 anos)... Estava ainda a crescer.
    Por isso foi uma sorte e um bom achado (agradecimento especial ao Sr. Joaquim Costa (associação de criadores do Maronês)).

    Aqui outra foto dele (5 anos de idade) que vocês já conhecem:

    [​IMG]

    Mais por curiosidade, o autor que fez esta reconstrução (Iamhammond) de um auroque (crânio que está depositado no Museu de Londres), disse-me que havia semelhança:

    [​IMG]


    Tivemos que puxar o touro com um tractor para o colocarmos no camião! De outra forma, não quero imaginar como iriamos transportá-lo para a Faia Brava.
    E não era um touro com mau feitio, era antes tímido, e com o medo podia causar o caos, caso fugisse.
    Para ter estes animais (fica aqui um aviso a quem queira touros deste género) é preciso ter em conta muita coisa...
    Até porque um touro destes, pode facilmente dar cabo de uma vedação e assustar muita gente.

    Aqui fica parte de um crânio de um jovem touro Maronês:

    [​IMG]

    Deixo aqui uma imagem que encontrei na internet, que exemplifica um pouco (ainda que sem qualidade fotográfica) o físico que algumas vacas Maronesas podem obter (esta foi tirada no Alvão):

    [​IMG]
     
    Collapse Signature Expandir Assinatura
    #116 belem, 24 Out 2018 às 11:07
    Última edição: 24 Out 2018 às 13:37
    remember e João Pedro gostaram disto.
  12. belem

    belem
    Expand Collapse
    Cumulonimbus

    Registo:
    10 Out 2007
    Mensagens:
    3,904
    Local:
    Sintra
    A Maronesa também aparece nos media internacionais, por causa do seu papel na reconstrução de um certo tipo de auroque (neste caso a iniciativa internacional Tauros Programme):

    https://edition.cnn.com/2017/01/09/world/auroch-rewilding/index.html

    Vacas Maronesas na Holanda (Tauros Programme):

    [​IMG]

    [​IMG]

    E aqui aparece um touro Maronês (o que está a olhar para a câmera) os outros muito provavelmente são cruzamentos entre a raça Maremmana e Maronesa:

    [​IMG]

    Aqui dentro da camião, a caminho da Holanda, quando ainda era pequeno:

    [​IMG]

    Novamente, nota-se alguma semelhança com o exemplo de auroque, dado acima.

    Também são animais selecionados por mim.

    Uma vez perguntaram-me se já vi gado Maronês, mais próximo do auroque, do que o que é seleccionado e aparece na internet a resposta é sim, mas tendo em conta o orçamento apresentado e o prazo exigido para ter tudo feito, penso que o resultado final é bastante satisfatório.
    E depois nem toda a gente mete o seu gado à venda e muitos assim que sabem do interesse, pedem preços impossíveis de se negociar.
    E fiz muitos sacrifícios também... Garanto-vos que a esmagadora maioria, se tivesse no meu lugar, já teria desistido há muito tempo.
    Para conseguir que alguém começasse a criar o tipo primitivo de Maronês no solar da raça, por exemplo, foram precisos 6 anos de contactos, reuniões e tentativas e muito disto, sustentado com o meu próprio dinheiro...Por amor à conservação de um património natural excepcional e contra a inércia e a burocracia...
     
    Collapse Signature Expandir Assinatura
    #117 belem, 24 Out 2018 às 14:24
    Última edição: 24 Out 2018 às 14:39
    remember, João Pedro e Dan gostaram disto.
  13. João Pedro

    João Pedro
    Expand Collapse
    Cumulonimbus

    Registo:
    14 Jun 2009
    Mensagens:
    4,285
    Local:
    Porto, Campo Alegre (50m)
    És um poço de conhecimento :D
    Bem bonito o touro, e sim, tem um ar bastante dócil.

    Tenho umas fotos que tirei em caminhadas no Alvão e penso que serão maronesas. Nunca me deram problemas; ou se afastavam ou ficavam quietas, literalmente não me ligaram nenhuma :D

    Depois coloco-as aqui e logo me confirmas se são ou não :)
     
    Collapse Signature Expandir Assinatura
    remember e belem gostaram disto.
  14. belem

    belem
    Expand Collapse
    Cumulonimbus

    Registo:
    10 Out 2007
    Mensagens:
    3,904
    Local:
    Sintra
    Limito-me a tentar atualizar os meus conhecimentos (e a colaborar) sempre que posso!

    Ok, aguardo então por essas fotos.
     
    Collapse Signature Expandir Assinatura
    #119 belem, 25 Out 2018 às 00:24
    Última edição: 27 Out 2018 às 11:10
    João Pedro e remember gostaram disto.
  15. belem

    belem
    Expand Collapse
    Cumulonimbus

    Registo:
    10 Out 2007
    Mensagens:
    3,904
    Local:
    Sintra
    Collapse Signature Expandir Assinatura
    João Pedro e remember gostaram disto.

Partilhar esta Página