Lince-Ibérico (Lynx pardinus)

Tópico em 'Biosfera e Atmosfera' iniciado por Seattle92 30 Set 2010 às 14:54.

  1. Devas

    Devas
    Expand Collapse
    Cirrus

    Registo:
    23 Jul 2017
    Mensagens:
    85
    Local:
    Bragança/Tomar/Leiria
  2. Pedro1993

    Pedro1993
    Expand Collapse
    Super Célula

    Registo:
    7 Jan 2014
    Mensagens:
    6,839
    Local:
    Torres Novas(75m)
    O Homem é mesmo um ser desprezível, que parece não descansar enquanto não matar tudo á sua volta.
     
    Collapse Signature Expandir Assinatura
  3. ClaudiaRM

    ClaudiaRM
    Expand Collapse
    Super Célula

    Registo:
    2 Dez 2009
    Mensagens:
    7,360
    Local:
    Viseu
    Somos simultaneamente o melhor e o pior que existe no planeta.
     
    Collapse Signature Expandir Assinatura
  4. Pedro1993

    Pedro1993
    Expand Collapse
    Super Célula

    Registo:
    7 Jan 2014
    Mensagens:
    6,839
    Local:
    Torres Novas(75m)
    LINCE-IBÉRICO ENCONTRADO MORTO PERTO DE MÉRTOLA

    Mistral foi encontrado atropelado na estrada nacional 122, no mesmo local onde outro lince tinha morrido em Maio passado. Este será um ponto negro de atropelamentos para esta espécie, segundo o ICNF.

    Este macho de lince-ibérico foi encontrado ontem, dia 2 de Janeiro, a cerca de 10 quilómetros de Mértola, junto à Herdade da Cela, com sinais de atropelamento, segundo um comunicado divulgado esta tarde pelo Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas (ICNF). O animal foi recolhido cerca das 09h00 pela equipa de monitorização do ICNF sediada no Parque Natural do Vale do Guadiana.

    Mistral nasceu em 2015 no Centro de Reprodução em Cativeiro de Lince Ibérico de Zarza de Granadilla, em Espanha e foi libertado no concelho de Mértola a 13 de Maio de 2016. Fazia parte do grupo de animais reintroduzidos na natureza, para ajudar a consolidar a população selvagem do Vale do Guadiana.

    Segundo o ICNF, “Mistral fixou-se na Herdade da Cela onde manteve um território de cerca de 10 km2 e terá acasalado duas vezes com a fêmea Moreira, sendo o provável progenitor de quatro crias”.


    https://www.wilder.pt/historias/lin...7GIYI9T-ZgM_nSCPMLmc92NI8OEaUSFuMVaB6QKPlEOtU

    Infelizmente mais uma notícia triste de mais um atropelamento de um lince, longo ao inicio do ano, o nosso território para além de ser pequeno comparado com Espanha, tem uma grande rede de estradas, e com grande afluencia de transito.
     
    Collapse Signature Expandir Assinatura
    algarvio1980 e Thomar gostaram disto.
  5. Thomar

    Thomar
    Expand Collapse
    Nimbostratus

    Registo:
    19 Dez 2007
    Mensagens:
    1,983
    Local:
    Cabanas - Palmela (75m)
    Boas notícias!

    Ninhada de 5 crias de lince-ibérico, no Vale do Guadiana

    A população de lince-ibérico do Vale do Guadiana prossegue em incremento e, após a atual época de libertações ter terminado, chegou o momento de detetar as crias nascidas em 2019.
    Antevê-se que 12 fêmeas poderão ter-se reproduzido. Até ao momento, já foram observadas 10 crias, provenientes de 3 fêmeas, todas aparentando boas condições físicas e que, no final de maio, terão cerca de 2 meses de idade.
    Lagunilla, fêmea libertada em 2015, originária do centro de reprodução de Granadilla, em Espanha, e atualmente com 5 anos, pariu 2 crias, sendo esta a sua quarta criação.
    Nairóbi, uma fêmea selvagem com 3 anos, que imigrou da população de Doñana em 2017, teve a sua primeira ninhada com um total de 3 crias.
    Finalmente, Lluvia, uma fêmea de 5 anos, solta em 2015 e também oriunda do centro de Granadilla, foi filmada com a sua segunda ninhada, constituída por 5 crias, sendo o primeiro registo deste quantitativo para o Vale do Guadiana e um dos poucos até agora observados em liberdade.
    O facto de todos os pequenos linces estarem vivos aos 2 meses de idade e já se encontrarem a acompanhar a mãe, reflete a boa qualidade da zona de reintrodução, especialmente no que diz respeito à abundância de presas, mas também da grande capacidade demonstrada pela fêmea Lluvia para cuidar da sua prole.
    As previsões apontam para cerca de 30 nascimentos em 2019, no Vale do Guadiana, o que se traduz num ligeiro acréscimo relativamente ao ano anterior.

    ICNF, 4 de junho de 2019

    Mais imagens em:
     
    Collapse Signature Expandir Assinatura
    MSantos, Pedro1993 e belem gostaram disto.
  6. Pedro1993

    Pedro1993
    Expand Collapse
    Super Célula

    Registo:
    7 Jan 2014
    Mensagens:
    6,839
    Local:
    Torres Novas(75m)
    São excelentes notícias para o nosso país, esperemos que o lince continue no bom caminho.
     
    Collapse Signature Expandir Assinatura
    Thomar gostou disto.
  7. frederico

    frederico
    Expand Collapse
    Super Célula

    Registo:
    9 Jan 2009
    Mensagens:
    7,506
    Local:
    Porto
    "Charneca" Mundial gostou disto.
  8. Pedro1993

    Pedro1993
    Expand Collapse
    Super Célula

    Registo:
    7 Jan 2014
    Mensagens:
    6,839
    Local:
    Torres Novas(75m)
    Quatro linces-ibéricos mortos “às mãos de caçadores” desde o início do ano em Castilla-La Mancha
    Outros quatro linces terão morrido atropelados na mesma região em 2019.

    Desde o início do ano já morreram pelo menos quatro linces-ibéricos “às mãos de caçadores” nos Montes de Toledo, na comunidade autónoma de Castilla-La Mancha, no Centro de Espanha, denunciou a organização espanhola Ecologistas em Acção (Ecologistas en Acción). Os animais faziam parte do programa de reintrodução da espécie LIFE+Iberlince em Portugal e Espanha.

    As autoridades de Castilla-La Mancha confirmaram a morte dos quatro linces, acrescentando, segundo o diário El País, que morreram também outros quatro espécimes atropelados este ano. O que significa que, desde o início do ano, morreram naquela região oito linces.

    https://www.publico.pt/2019/10/03/c...BWlaIET_1ssA4XOAw99zH_LtRXQUu-BFSZxjLvthn9pCQ

    É muito triste saber que em pleno século XXI, ainda existe este tipo de caçadores que matam os linces, porque devem pensar que eles lhes comem os coelhos todos, e daí já não caçam mais nada, e ainda muitos deles quando se fala na reintrodução do lince vem logo "armados" em defensores, dizendo que conseguem coabitar todos, em prol da defesa do sector cinegético.
    Não quero com isto dizer que sejam todos os caçadores iguais, mas depois lá está "paga o justo pelo pecador", e o sector cinegético fica manchado pela negativa.
     
    Collapse Signature Expandir Assinatura
    N_Fig, luismeteo3 e "Charneca" Mundial gostaram disto.
  9. MSantos

    MSantos
    Expand Collapse
    Super Célula

    Registo:
    3 Out 2007
    Mensagens:
    8,851
    Local:
    Foros Charneca (Benavente) / Mte. Barca (Coruche)
    A ser verdade é uma enorme mancha para os caçadores e actividade cinegética... :facepalm:

    Há caçadores que fazem enormes esforços para manter as suas populações de coelhos saudáveis para permitir a caça e manter os linces, se não fossem os caçadores não teria havido condições para a reintrodução no Vale do Guadiana. Depois há outros, felizmente cada vez menos, que só querem destruir... :buh:
     
    Collapse Signature Expandir Assinatura
  10. ClaudiaRM

    ClaudiaRM
    Expand Collapse
    Super Célula

    Registo:
    2 Dez 2009
    Mensagens:
    7,360
    Local:
    Viseu
    Matar, matar, matar.
     
    Collapse Signature Expandir Assinatura
    Pedro1993 e luismeteo3 gostaram disto.
  11. Pedro1993

    Pedro1993
    Expand Collapse
    Super Célula

    Registo:
    7 Jan 2014
    Mensagens:
    6,839
    Local:
    Torres Novas(75m)
    Pois infelizmente parece que é a palavra de ordem, o Homem, mata os animais só porque sim, e mata também outro ser humano só porque foi traído, ou por tantos outros motivos como tem acontecido nos últimos tempos.
    Mas este assunto dos linces, só vem ajudar a descredibilizar ainda mais todo o sector cinegético, que todos em conjunto podiamos ajudar a revitalizar de outra maneira, eu falo no que vejo, aqui a associação de caçadores, não mantem sequer uma palavra que seja com os agricultores, e assim fica dificil para ambos os lados.
    Muitos agricultores estão com a corda ao pescoço devido aos prejuízos causados pelo javalis.
     
    Collapse Signature Expandir Assinatura
    ClaudiaRM gostou disto.
  12. hurricane

    hurricane
    Expand Collapse
    Nimbostratus

    Registo:
    11 Nov 2007
    Mensagens:
    1,214
    Local:
    Bruxelas, Bélgica
    Na Bélgica tambem mataram uma loba gravida, uma especie que apareceu na Belgica o ano passado ao fim de mais de 100 anos! Ja existem ONGs a dar 30 mil euros a quem encontrar o cacador! Espero que lhe facam a devida justica! É nojento matar animais por prazer, principalmente especies quase extintas! Doentes mentais! Fiquei com tanta raiva!
     
  13. Pedro1993

    Pedro1993
    Expand Collapse
    Super Célula

    Registo:
    7 Jan 2014
    Mensagens:
    6,839
    Local:
    Torres Novas(75m)
    E é caso mesmo para dar muita raiva, pois o problema é que por muito que encontrem esse caçador, o que nunca acontece como é hábito, esses 30 mil euros, até pode ser uma boa recompensa, mas já não traz o animal de volta.
     
    Collapse Signature Expandir Assinatura
    ClaudiaRM gostou disto.
  14. Dan

    Dan
    Expand Collapse
    Staff

    Registo:
    26 Ago 2005
    Mensagens:
    9,334
    Local:
    Bragança (675m)
    Um desses quatro linces abatidos era uma fêmea que tinha tido, em abril, uma ninhada de 4. Deste modo, a tragédia pode ainda ser maior se as crias não conseguirem sobreviver sem a mãe, o que é muito provável.
     
    Collapse Signature Expandir Assinatura
    Pedro1993 e ClaudiaRM gostaram disto.
  15. ClaudiaRM

    ClaudiaRM
    Expand Collapse
    Super Célula

    Registo:
    2 Dez 2009
    Mensagens:
    7,360
    Local:
    Viseu
    Nunca, por mais anos que viva, vou conseguir perceber o motivo pelo qual alguém consegue sentir prazer, bem-estar, satisfação e, até, orgulho em matar seja o que for. Eu consigo entender que se mate por defesa (acho que todos temos em nós a capacidade de matar em determinadas circunstâncias!), que se cace por uma questão de necessidade e/ou sobrevivência. Como desporto, enoja-me. E eu cresci rodeada de caçadores. Não entendia na altura, continuo a não entender e acho que nunca entenderei. Causar morte e e/ou sofrimento por gosto ou por desporto, como alguns lhe chamam, é uma coisa que não tem qualquer cabimento na minha forma de ver o mundo.
     
    Collapse Signature Expandir Assinatura
    Pedro1993 gostou disto.

Partilhar esta Página