Seguimento - Incêndios 2014

Tópico em 'Seguimento Meteorológico' iniciado por Duarte Sousa 1 Jan 2014 às 00:10.

  1. james

    james
    Expand Collapse
    Cumulonimbus

    Registo:
    16 Set 2011
    Mensagens:
    4,541
    Local:
    Viana Castelo(35 m)/Guimarães (150 m)
     
  2. Gerofil

    Gerofil
    Expand Collapse
    Super Célula

    Registo:
    21 Mar 2007
    Mensagens:
    9,727
    Local:
    Estremoz (401 metros)
    Duas mulheres detidas em Monção por incêndio florestal

    A GNR informou, esta sexta-feira, ter detido em Monção duas mulheres, de 48 e 54 anos, por serem "presumíveis autoras" de um incêndio florestal que deflagrou naquele concelho. Fonte do Comando Territorial da GNR de Viana do Castelo disse que as duas mulheres foram apanhadas em "flagrante delito", cerca das 15 horas de quinta-feira, mas sem acrescentar mais pormenores sobre a detenção.
    O incêndio florestal em causa, que consumiu cerca de mil metros quadrados, deflagrou nessa mesma tarde, no lugar de Mato, freguesia de Sá, em Monção, tendo sido extinto pelas 17:00, "após intervenção dos bombeiros voluntários de Monção", segundo a GNR. Ambas as detidas serão presentes hoje ao tribunal de Monção para aplicação de eventuais medidas de coação, acrescenta a Guarda.

    JN (21.Março.2014)

    EDIT (14h47): Publiquei aqui a notícia apenas com a intenção de provar que ocorreram incêndios devido à intervenção humana. Não pretendo fazer qualquer tipo de julgamento das pessoas em causa, uma vez que desconheço por completo a causa directa do incêndio.
     
    Collapse Signature Expandir Assinatura
  3. Maria Papoila

    Maria Papoila
    Expand Collapse
    Nimbostratus

    Registo:
    27 Set 2011
    Mensagens:
    951
    Local:
    Ericeira + Lisboa (Marquês de Pombal)
    Qual será a razão que as levou a isso? Tenho a sensação que as penas previstas no art. 274º do Código Penal são sempre aplicadas pelo limite mínimo :unsure:
     
  4. AJB

    AJB
    Expand Collapse
    Nimbostratus

    Registo:
    5 Mar 2009
    Mensagens:
    978
    Local:
    Baião
    Collapse Signature Expandir Assinatura
  5. AJB

    AJB
    Expand Collapse
    Nimbostratus

    Registo:
    5 Mar 2009
    Mensagens:
    978
    Local:
    Baião
    http://www.rtp.pt/play/p1397/e150515/jornal-da-tarde

    Talvez este não seja o tópico mais apropriado para éste tema mas...:p
    Pensei ser um pouco mais...digamos..."provocador" e colocar no tópico da Biodiversidade, mas o mais importante é que vejam o minuto sensivelmente 25:30, a reportagem Fogo Controlado:thumbsup:
     
    Collapse Signature Expandir Assinatura
    CptRena gostou disto.
  6. AJB

    AJB
    Expand Collapse
    Nimbostratus

    Registo:
    5 Mar 2009
    Mensagens:
    978
    Local:
    Baião
    Collapse Signature Expandir Assinatura
  7. Agreste

    Agreste
    Expand Collapse
    Super Célula

    Registo:
    29 Out 2007
    Mensagens:
    9,883
    Local:
    Aljezur (48m) - Faro (11m)
    Atenção redobrada por estes dias... as condições vão ser favoráveis aos incêndios. Março não tinha horas de sol suficientes embora tivessem entrado 10 dias de calor. Agora é diferente.
     
    Collapse Signature Expandir Assinatura
  8. bigfire

    bigfire
    Expand Collapse
    Cumulus

    Registo:
    29 Dez 2008
    Mensagens:
    400
    Local:
    Vila Real/Coimbra
    Vieram os primeiros dias quentes, e já se registam os primeiros incêndios aqui perto, só no dia 5, ocorreram 2 incêndios, um na zona do Alto de Espinho, e outro no concelho de Vila Pouca.
     
  9. AJB

    AJB
    Expand Collapse
    Nimbostratus

    Registo:
    5 Mar 2009
    Mensagens:
    978
    Local:
    Baião
    Ainda não vai haver nada de especial nos próximos dias...o fwi é relativamente baixo na metade litoral do território, que é onde habitualmente ha mais ignições! No interior as ignições são em menor numero, como tambem ha recursos de combate disponiveis os problemas não são expectaveis! Aliás, o numero de ignições tem sido "baixo"!
    Naturalmente são esperados os habituais incêndios de "gestão" nas zonas de montanha do Norte e Centro!
    Outro factor importante são as elevadas humidades noturnas, acima de 80% em todo o território continental, que leva à recuperação da humidade dos combustiveis finos (responsáveis pela propagação do fogo)...
    No fim de semana houve a realização de fogos controlados no Distrito do Porto e o comportamento do fogo era extremamente favorável!
    Naturalmente se se mantiverem mais 6/7 dias sem chuva e o vento se mantiver do quadrante Norte, o Baixo Alentejo e o Algarve poderão registar um aumento das ocorrências e uma ou outra com área ardida de maior significado...se o vento for do quadrante leste, o litoral Norte/Centro terá um significativo aumento do número de ocorrências (ainda que com área ardida baixa)...
    Tudo vai depender desta conjugação de factores, ainda que se houver "problemas" estes serão confinados a uma determinada área do território e nunca generalizados...isto claro na minha modesta opinião:thumbsup:
     
    Collapse Signature Expandir Assinatura
  10. Agreste

    Agreste
    Expand Collapse
    Super Célula

    Registo:
    29 Out 2007
    Mensagens:
    9,883
    Local:
    Aljezur (48m) - Faro (11m)
    AJB... até ao dia 20 e tanto quanto os modelos mostram, não há nenhuma mudança significativa do estado do tempo. Os dias de sol repetem-se com humidades relativas entre os 35% e os 70%.

    Maio está a trabalhar bem a época de incêndios.
     
    Collapse Signature Expandir Assinatura
  11. AJB

    AJB
    Expand Collapse
    Nimbostratus

    Registo:
    5 Mar 2009
    Mensagens:
    978
    Local:
    Baião
    Sim, mas não te esqueças que cada dia que passa, sem chuva, é mais um dia em que o indice de seca se mantem ou aumenta...logo a tendencia será sempre de agravamento que será mais ou menos moderado de acordo com o fwi...repara, se para a semana a depressão que "desce" sobre os Açores fizer subir a dorsal sobre PT com ventos de sul...bom aí haverá algum agravamento na faixa interior de Beja a Bragança...se por outro lado o AA se afastar um pouco de nós e tivermos nortada sinóptica, aí será o Algarve a "sofrer"...vai depender destes factores...
    Duas curiosidades:
    - nesta altura, em termos de incêndios florestais, o melhor que pode acontecer (excluindo a chuva claro) é termos vento de leste (curioso mas verdadeiro e totalmente oposto ao que deverá haver em Julho/Agosto)
    - Na região do Algarve a pior situação sinóptica para incendios florestais é AA a Oeste da Peninsula, permitindo vento de N/NO (sinóptico). Se fores ver os grandes incendios de Monchique e Tavira (e outros) foram com esta situação...
    No Entre Douro e Minho o AA sobre a PI (em crista até ao Golfo da Biscaia) é terrivel...
    Cada região tem nesta matéria a situação mais complicada dependendo de vários factores...
    Infelizmente em Portugal esta anális edificilmente é feita...a ANPC gere esta matéria ha "militar" isto é, define períodos de risco com reforço de meios independentemente do factor meteo ser mais ou menos agravado...é demasiado rigido...
    Ainda temos um longo caminho para percorrer nesta materia...muito longo mesmo:thumbsup:
     
    Collapse Signature Expandir Assinatura
  12. algarvio1980

    algarvio1980
    Expand Collapse
    Furacão

    Registo:
    21 Mai 2007
    Mensagens:
    10,196
    Local:
    Olhão (24 m)
    Não concordo em parte com a tua opinião. Os grandes incêndios na Serra do Caldeirão em 2004 e 2012 foi sempre com vento N/NO, agora o grande incêndio de Monchique/Silves em 2003 foi com vento de leste, não esqueças que Monchique tem sempre um risco máximo normalmente quando o vento está de leste, quando o vento está de N/NO entra humidade na Serra de Monchique devido à aproximação da costa ocidental.

    O incêndio em Monchique em 2003 foi dia 11,12 e 13 não falha a memória se verificares a direcção do vento em Sagres nesses dias foi de leste http://ogimet.com/cgi-bin/gsynres?ind=08533&ano=2003&mes=8&day=31&hora=6&min=0&ndays=30
     
    Collapse Signature Expandir Assinatura
  13. AJB

    AJB
    Expand Collapse
    Nimbostratus

    Registo:
    5 Mar 2009
    Mensagens:
    978
    Local:
    Baião
    Sim sim, quando escrevi foi a pensar em média...naturalmente que as situações de leste(especialmente precedidas de episódios secos) são sempre problemáticas!
    Mas repara que em média o Algarve sofre mais (em termos de área ardida) com a situação sinóptica que referi...o efeito de fohen potencia isso!
    Até Monchique na vertente Este e Sul podem ter graves problemas com o N/NO!
    Até porque (sei que voçês sabem isso muito melhor que eu) o padrão sinótico que refiro (nortada sinótica) normalmente tem alguma durabilidade (semanas)...se a isso juntarmos um ano fraco em cut-off's...
    O indice de seca e a humidade dos combustiveis finos, são nisto fundamentais! Estive em Bragança a semana passada e Trás-Os-Montes esta ainda "carregado" de água no solo...no Algarve não sei, mas desconfio que não terá de todo essa disponibilidade!
    O que é mais ou menos certo é que nos próximos 7a 10 dias nada de grave haverá...depois depende destes factores que refiro...
    Mais certo que isto que refiro é ainda o facto de o Algarve voltar a ter um grande incêndio florestal brevemente...as apostas recaem em Monchique não?!:huh:
    :thumbsup:
     
    Collapse Signature Expandir Assinatura
  14. AJB

    AJB
    Expand Collapse
    Nimbostratus

    Registo:
    5 Mar 2009
    Mensagens:
    978
    Local:
    Baião
    Ja agora...Monchique teve um ENORME IF em 1963 tambem...os relatos apontam que parou bem proximo do mar...
     
    Collapse Signature Expandir Assinatura
  15. algarvio1980

    algarvio1980
    Expand Collapse
    Furacão

    Registo:
    21 Mai 2007
    Mensagens:
    10,196
    Local:
    Olhão (24 m)
    Em 2012 arderam mais de 26000 ha no incêndio de Tavira, em 2004 não sei qual foi a área ardida, mas sei que o incêndio só foi dominado quando o vento N/NO foi substituído pelo vento de leste.

    Quanto à tua última frase, já no Verão do ano passado falava-se que a Serra de Monchique estava um barril de pólvora prestes a rebentar, dada a distância temporal mais de 10 anos, se o Verão for quente pode rebentar a pólvora e a Serra de Monchique ter um grande incêndio já que no Algarve não existe mais nada de relevante para arder, depois do incêndio de 2012, sem ser a Serra de Monchique.
     
    Collapse Signature Expandir Assinatura

Partilhar esta Página