Seguimento Previsão do Tempo e Modelos - Dezembro 2009

Tópico em 'Seguimento Meteorológico' iniciado por Agreste 29 Nov 2009 às 19:07.

Estado do Tópico:
Fechado para novas mensagens.
  1. David sf

    David sf
    Expand Collapse
    Staff

    Registo:
    8 Jan 2009
    Mensagens:
    5,032
    Local:
    Oeiras / Portel
    Para já não se afigura nenhuma entrada desse género. Pelo menos nos primeiros dias do próximo ano tal não ocorrerá, manter-se-á o fluxo de oeste, depressões umas atrás das outras. Lá para meados do segundo painel do GFS e nas últimas cartas do ECM, começa a haver uma tendência de reaparição do anticiclone dos Açores e a partir daí poderá ocorrer algo.
     
  2. Aristocrata

    Aristocrata
    Expand Collapse
    Super Célula

    Registo:
    28 Dez 2008
    Mensagens:
    5,997
    Local:
    Paços de Ferreira, 292 mts
    Boa noite.
    É sempre bom ver o BARROSO vestido de branco...;)
    Quanto à opinião dos peritos elas são bem explícitas: cá no norte a probabilidade de precipitação e de neve, particularmente nas terras de barroso é muito elevada para a passagem de ano. Por aquilo que os modelos nos dão, a precipitação com o avançar do dia 1 irá diminuir, o que não invalida a queda de neve nessas terras altas - como teremos frio em altitude as condições serão boas para isso.




    Dados do IM:

    "Continente
    Previsão para 5ª Feira, 31 de Dezembro de 2009

    Céu geralmente muito nublado.
    Períodos de chuva ou aguaceiros, por vezes fortes nas regiões Norte
    e Centro.
    Queda de neve acima dos 1200 metros, descendo gradualmente a cota
    para os 600 metros ao longo do dia.

    Condições favoráveis à ocorrência de trovoadas.
    Vento moderado a forte (30 a 55 km/h) de sudoeste com rajadas da
    ordem
    dos 90 km/h no litoral.
    Nas terras altas o vento será forte a muito forte (55 a 70 km/h)
    de oeste com rajadas da ordem dos 110 km/h.
    Descida de temperatura.

    OS METEOROLOGISTA: Idália Mendonça/Joana Sanches

    Actualizado a 28 de Dezembro de 2009 às 10:15 UTC"
     
    Collapse Signature Expandir Assinatura
  3. David sf

    David sf
    Expand Collapse
    Staff

    Registo:
    8 Jan 2009
    Mensagens:
    5,032
    Local:
    Oeiras / Portel
    Nas entradas de noroeste como esta prevista para dia 31, o frio costuma ocorrer em situações de pós-frontal, quando a ocorrência de precipitação é uma lotaria. Mas acho que é muito possível que haja neve no nordeste do país na noite de passagem de ano. Agora afirmar que nevará em determinado local ou não é jogar no bingo. Mas eu estaria confiante se aí estivesse.
     
  4. BARROSODIGITAL

    BARROSODIGITAL
    Expand Collapse
    Cumulus

    Registo:
    31 Jan 2008
    Mensagens:
    145
    Local:
    MONTALEGRE (+-1000m)
    obrigado
     
  5. ferreira5

    ferreira5
    Expand Collapse
    Nimbostratus

    Registo:
    18 Mar 2007
    Mensagens:
    1,912
    Local:
    Bragança (alt.665m) Lamego (alt.558m)
    Bem eu não sou perito mas penso que deverá nevar a partir da tarde de 31 no Norte a partir dos 800m devendo a cota descer gradualmente para o final do dia...por isso acho que Montalegre não deverá fugir à regra! Digo isto baseado na análise de vários modelos...agora gostava de saber se as tuas previsões são ao contrário de todos os modelos...em que é te baseias para prever?
     
  6. Vince

    Vince
    Expand Collapse
    Furacão

    Registo:
    23 Jan 2007
    Mensagens:
    10,624
    Local:
    Braga
    Não parece ainda haver um fim à vista, pelo menos nítido, do panorama actual. Amanhã mais um dia de instabilidade.

    Precipitação manhã

    [​IMG]


    Precipitação tarde

    [​IMG]


    Vento meia noite

    [​IMG]



    No fim do ano talvez regresse a neve a cotas médias do norte e centro mas ainda estamos a 80 horas
     
  7. NunoBrito

    NunoBrito
    Expand Collapse
    Cumulus

    Registo:
    7 Abr 2008
    Mensagens:
    341
    Local:
    Parede - Cascais


    Situação meteorológica adversa - precipitação, vento, agitação marítima e neve



    De acordo com as informações actualizadas e disponibilizadas pelo Instituto de Meteorologia, o estado do tempo no Território de Portugal Continental continuará a ser influenciado pela passagem de superfícies frontais associadas a núcleos depressionários que condicionarão fortemente as condições meteorológicas, nos próximos dias.

    Salienta-se a ocorrência de precipitação significativa, em especial nas Regiões do Norte e Centro, estendendo-se progressivamente ao resto do território.

    É igualmente previsível uma velocidade do vento alta, podendo este no litoral soprar de sudoeste forte a muito forte, até 55 km/h, e com rajadas, até 90km/h, havendo ainda a possibilidade de nas Terras Altas do interior ocorrerem rajadas até 120 km/h.

    Significativa será também a continuação da agitação marítima, em todo o litoral, onde a ondulação poderá atingir os 6 metros, de sudoeste.

    Há ainda a previsão de ocorrência de queda de neve em altitudes acima dos 1000 metros, cota essa que tende a descer para os 600 mt já a partir de 30DEZ09.


    Efeitos expectáveis:

    Face a este novo agravamento do estado do tempo, dada a persistência da ocorrência de precipitação ao longo das últimas semanas e tendo em conta a saturação do teor de água no solo observada, deverá acompanhar-se com especial atenção os níveis hidrométricos das principais Bacias Hidrográficas existentes no território de Portugal Continental, bem como a possibilidade de ocorrência de inundações em linhas de água que atravessam áreas urbanas.

    Poderão ainda ocorrer:

    · Cheias rápidas em meio urbano, por acumulação de águas pluviais ou insuficiências dos sistemas de drenagem;

    · Inundações nas zonas historicamente mais vulneráveis;

    · Cortes de estradas devido à queda de neve;

    · Condições favoráveis à formação de gelo nas estradas;

    · Aumento do desconforto térmico nas populações devido às temperaturas baixas, conjugadas com o vento forte nas terras altas, exigindo cuidados acrescidos, em especial, para os grupos mais vulneráveis.

    · Danos em estruturas montadas ou suspensas;

    · Fenómenos geomorfológicos causados por instabilização de vertentes associada à saturação dos solos, pela perda da sua consistência;

    · Eventuais dificuldades com embarcações e possibilidade de acidentes junto à costa devido à agitação marítima;

    · Aumento do número de acidentes de viação, devido à existência de piso escorregadio e eventual formação de lençóis de água ou ao arrastamento de materiais sólidos para a via.




    Neste nível de Alerta poderão ocorrer fenómenos que, não sendo invulgares, podem representar um dano potencial para pessoas e bens. A população deve assim manter-se informada acerca das situações previstas, adoptando as necessárias medidas de prevenção e adequando as suas actividades e comportamentos, evitando correr riscos desnecessários.



    A ANPC recomenda à população a tomada das necessárias medidas de precaução e especial atenção:

    Mantenha-se atento aos noticiários da Meteorologia e às indicações da Protecção Civil transmitidas pelos órgãos de comunicação social.
    Use várias camadas de roupa em vez de uma única peça de tecido grosso. Evite as roupas muito justas ou as que façam transpirar.
    O ar frio não é bom para a circulação sanguínea. Evite as actividades físicas intensas que obrigam o coração a um maior esforço.
    Se suspeitar que você ou alguém que o rodeia está com sinais de hipotermia (corpo frio com tremuras, pele roxa e falta de reacção) ligue imediatamente para o 112.
    À condução de veículos, nomeadamente nas vias propensas à formação de gelo, aumentando o perigo de acidentes rodoviários, pelo que se aconselha velocidades baixas.
    À desobstrução dos sistemas de escoamento das águas pluviais e retirada de inertes que possam ser arrastados.
    À limpeza dos bueiros, algerozes, caleiras e respectivos sistemas de escoamento.
    Aos cuidados redobrados com actividades relacionadas com o mar, nomeadamente pesca desportiva, desportos náuticos, passeios à beira-mar e estacionamento de veículos na orla marítima.

    No que respeita às medidas a ter em conta face à previsibilidade da ocorrência de queda de neve e formação de gelo nas estradas:



    1. Para quem pretende viajar:

    · Evitar fazer viagens para as zonas onde se prevê a queda de neve, procurando antecipar ou adiar essas viagens.

    · No caso de ter de o fazer, deve:

    üProcurar informar-se através das concessionárias ou das forças policiais, de quais os condicionamentos de trânsito existentes e vias alternativas de circulação;

    ü Estar atento, antes e no decurso da viagem, às informações difundidas pelos Órgãos de Comunicação Social;

    ü Circular preferencialmente utilizando as vias rodoviárias mais seguras;

    ü Tomar algumas medidas preventivas como sejam munir-se de correntes, alguns agasalhos e alimentação suplementares e garantir o abastecimento do depósito do veículo, para fazer face á possibilidade de ser forçado a paragens prolongadas durante a viagem devido à neve e ao gelo.



    2. Nos locais onde se verifique a queda de neve:

    ü Seguir escrupulosamente as indicações transmitidas pelas autoridades policiais no que concerne ao respeito pelos cortes de estrada, percursos alternativos, sinalização e outras informações;

    ü Evitar parar ou abandonar a viatura na faixa de rodagem, contribuindo para o aumento do congestionamento de trânsito;

    ü Ter especial atenção à brusca formação de gelo na estrada, que poderá dificultar a condução e provocar o atravessamento dos veículos e a ocorrência de acidentes;

    ü Evitar comportamentos de risco que poderão originar acidentes não previstos.



    Recomendações com o aquecimento do lar:



    Não se esqueça que a ventilação é muito importante quando se utiliza lareiras ou braseiras;
    Não seque roupa nos aquecedores e afaste-os de cortinados, tecidos ou mobílias;
    Se utiliza lareiras, use um resguardo próprio para evitar que qualquer faúlha salte para fora e igualmente para impedir uma possível queda de pessoas para o seu interior, especialmente crianças ou idosos.

    A Autoridade Nacional de Protecção Civil, através do seu Comando Nacional de Operações de Socorro, continuará a acompanhar permanentemente a situação em estreita colaboração com o Instituto de Meteorologia, difundindo os comunicados que se julguem necessários.



    Fonte: http://www.proteccaocivil.pt/Pages/Detalhe1.aspx?IDitem=50
     
    Collapse Signature Expandir Assinatura
  8. nimboestrato

    nimboestrato
    Expand Collapse
    Nimbostratus

    Registo:
    8 Jan 2008
    Mensagens:
    1,865
    Local:
    Pedras Rubras-Aeroporto
    O tempo na passagem do ano? ( Pergunta incontornável agora, em tópico assim).
    Previsão descritiva? desde logo a do IM..Concerteza.
    Previsão genérica com especificidades (com base nos modelos), feita por nós,já aqui foi transmitida por algumas intervenções o essencial .
    A 72 horas não se pode adiantar muito mais :
    -Este imenso sudoeste precipitoso irá rodar gradualmente para noroeste até lá,o que provocará , eventualmente ,a noite mais fria de todas as próximas:
    -as que restam e as posteriores...
    Como será acompanhada de algumas precipitações ,essencialmente
    a norte ,lá vem a vontade de saber a certeza das " cotas " do elemento branco.Podem até ser " relativamente baixas " , (600 metros aponta o IM).
    mas aquela pujança, vigor, que esta entrada de noroeste parecia fazer crer,
    os modelos apontam agora, claramente, para que se dilua logo ali adiante , também ela engolida por estes constantes e imensos Sudoestes deste Inverno que fazia tempo que não tinha deste tempo,ou seja,
    mesmo que haja elemento branco nessas " cotas" ,sê-lo-á efémero...
    A chuva encarregar-se-á de o eliminar...
    Até lá , a mesma chuva, outras chuvas ,quanta chuva, quanto vento, quanta margem galgada pelo leito, quanto mar.
    Quanto Inverno...
     
  9. godzila

    godzila
    Expand Collapse
    Nimbostratus

    Registo:
    2 Nov 2008
    Mensagens:
    539
    Local:
    Barragem de santa luzia -600m
    Isto está mesmo confuso, continuam os modelos trocados o modelo numérico do meteopt continua a dar neve para aqui, já o modelo do freemeteo nem um floco, no entanto o instituto confirma neve para cotas baixas. No que é que ficamos.
    Já para não falar do gráfico do gfs que se ele for verdadeiro dá neve até os olhos lol.
    Não sei o que esperar do dias 31.
     
    Collapse Signature Expandir Assinatura
  10. Brigantia

    Brigantia
    Expand Collapse
    Cumulonimbus

    Registo:
    20 Jan 2007
    Mensagens:
    2,202
    Local:
    Norte de Portugal
    Boas, também não percebo essa previsão pessoal, nada aponta nesse sentido:huh:

    A precipitação está praticamente garantida, a neve também deve aparecer durante a tarde de 31, pelo menos nessa zona.

    [​IMG]



    [​IMG]

    Com estes dados a cota deve rondar os 700m durante a tarde de 31. Neste evento, segundo o GFS, vamos ter mais frio em altitude do que nos anteriores, em Bragança -31ºC a 500hPa para a tarde do último dia do ano.

    [​IMG]
     
  11. filipept

    filipept
    Expand Collapse
    Cumulus

    Registo:
    11 Out 2006
    Mensagens:
    492
    Local:
    Bico-Amares-Braga
    Acho que deves contar com chuva :D A situação de neve, neste momento e para os dias 31 de Dezembro e 1 Janeiro, parece estar a ser prevista apenas para os locais habituais, ou seja, Serra da Estrela e mais a norte: Bragança, Vila Real (Montalegre) e ainda para o Gerês (mesmo para o Gerês - poente - não conto que a cota anda abaixo dos 600mm, poderá cair abaixo dessa cota mas não será muito significativo). É possível que durante umas horas possa existir queda de neve por volta dos 650mm zona centro (interior).

    O que tem acontecido, em quase todas as situações de neve que já tivemos este inverno é que o frio passa muito rápido e depois quando existe frio em altura (ex. Z500) existe pouco frio a nível do solo ou a 850hpa, e quando existe esse frio a niveis mais baixos já o frio em altura se foi. Para mim, é quase impossível (porque em meteo não há impossíveis :D ) ver neve a cotas baixas em PT sem que tenhámos a Dam 528 por cima de nós, e mesmo assim terá que já existir algum frio nos níveis mais baixos (assim como precipitação :D ).

    Faxchart para as 00h e 12h do dia 1 de Janeiro:

    [​IMG]

    [​IMG]

    Reparem agora nas mudanças que os modelos estão a operar (embora não goste muito deste modelo, porque facilitam poucos dados, o ECMWF já está a prever à algumas saídas atrás), a entrada de frio em grande parte da Europa no início do ano começa a parecer uma realidade:

    Saídas GFS (6h) e ECM(0h) a 850hpa a 168horas

    [​IMG]

    [​IMG]


    P.S: Quando olham para os mapas de precipitação do GFS não devem tomar as linhas brancas como neve garantida, aquilo apenas indica que existe possibilidade de never a X metros de altitude naquela zonas (é necessário depois ver os restantes gráficos para ver a altitude a que poderá nevar)
     
  12. granizus

    granizus
    Expand Collapse
    Cumulus

    Registo:
    8 Jan 2009
    Mensagens:
    181
    Local:
    São Domingos de Rana / Lapa (Lisboa)
    Gosto da forma como este companheiro do forum escreve :thumbsup:

    hotspot: eu também gosto, na generalidade todos gostamos, mas vamos evitar este tipo de comentários neste tópico.
     
  13. godzila

    godzila
    Expand Collapse
    Nimbostratus

    Registo:
    2 Nov 2008
    Mensagens:
    539
    Local:
    Barragem de santa luzia -600m
    Talvez por eu ser louco por neve, eu a veja onde não existe possibilidade de ela ocorrer, como tenho dito, os modelos estão divididos ao meio ora vejamos:
    [​IMG]
    [​IMG]
    [​IMG]
    [​IMG]
    até este pessimista profissional prevê neve para os 740 metros, a ultima vez que nevou aqui( dia de natal á tarde) ele previa neve para os 1300 metros.
    [​IMG]
     
    Collapse Signature Expandir Assinatura
  14. David sf

    David sf
    Expand Collapse
    Staff

    Registo:
    8 Jan 2009
    Mensagens:
    5,032
    Local:
    Oeiras / Portel
    E deixo aqui o snow forecast para os até ao ano novo.

    [​IMG]
     
  15. BARROSODIGITAL

    BARROSODIGITAL
    Expand Collapse
    Cumulus

    Registo:
    31 Jan 2008
    Mensagens:
    145
    Local:
    MONTALEGRE (+-1000m)
    Boa tarde

    A minha previsão hoje, é para a passagem de ano, igual à vossa só queria que fosse diferente(por motivos pessoais) Apesar de ser um amante da neve nesse dia queria frio, mas nem queria neve nem chuva infelizmente isso não irá acontecer...
    Com o aproximar do dia vejo que a neve será uma realidade para iniciar 2010 aqui por terras de Barroso.

    cumprimentos

    Miguel
    RDB
     
Estado do Tópico:
Fechado para novas mensagens.

Partilhar esta Página