Sismologia e Vulcanismo nos Açores

luismeteo3

Furacão
Registo
14 Dez 2015
Mensagens
17,112
Local
Fatima (320m)
Magnitude ML 3.1
Region AZORES ISLANDS REGION

Date time 2016-11-28 18:11:52.0 UTC
Location 37.53 N ; 24.58 W
Depth 10 km
Distances 1359 km W of Lisbon, Portugal / pop: 518,000 / local time: 18:11:52.0 2016-11-28
99 km E of Ponta Delgada, Portugal / pop: 20,100 / local time: 17:11:52.0 2016-11-28
70 km SE of Furnas, Portugal / pop: 1,600 / local time: 17:11:52.0 2016-11-28
http://www.emsc-csem.org/Earthquake/earthquake.php?id=548931#map
 

luismeteo3

Furacão
Registo
14 Dez 2015
Mensagens
17,112
Local
Fatima (320m)
Sismo com magnitude 3,3 sentido na ilha do Faial
1/12/2016, 15:54
1
Um sismo com magnitude 3,3 na escala de Richter foi sentido, esta quinta-feira de manhã, na Ilha do Faial, nos Açores. O epicentro foi a cerca de 45 quilómetros a oeste do Capelo.

Partilhe

O sismo foi sentido com intensidade máxima III na escala de Mercalli Modificada na praia do Norte, concelho de Horta


Um sismo com magnitude 3,3 na escala de Richter foi sentido, este quinta-feira, na ilha do Faial, Açores, informou o Serviço Regional de Proteção Civil e Bombeiros dos Açores.

Segundo o Centro de Informação e Vigilância Sismovulcânica dos Açores (CIVISA), o sismo foi registado às 11h46 locais (mais uma hora em Lisboa) e teve epicentro a cerca de 45 quilómetros a oeste do Capelo.


“De acordo com a informação disponível até ao momento, o sismo foi sentido com intensidade máxima III na escala de Mercalli Modificada na praia do Norte, concelho de Horta”, adianta a mesma nota.

O CIVISA continua a acompanhar o evoluir da situação, emitindo novos comunicados caso necessário.
http://observador.pt/2016/12/01/sismo-com-magnitude-33-sentido-na-ilha-do-faial/
 
  • Gosto
Reactions: fablept

Wessel1985

Nimbostratus
Registo
21 Set 2013
Mensagens
1,054
Local
Angra do Heroismo, Ilha Terceira, Açores
30-08-2017 23:45
Furnas
Explosão hidrotermal na fumarola do Asmodeu, Furnas
Hoje, dia 30 de agosto, por volta das 14:50, ocorreu uma explosão hidrotermal na fumarola do Asmodeu, situada no campo fumarólico da freguesia das Furnas.

Uma explosão hidrotermal consiste numa explosão de vapor localizada que se caracteriza pela emissão de jatos de água e de vapor, de lama, e de fragmentos de rocha numa área com diâmetro variável, desde alguns metros a vários quilómetros. A explosão é causada quando a água aquecida em reservatórios geotérmicos rapidamente se converte em vapor quebrando violentamente as rochas encaixantes. Uma explosão hidrotermal não necessita de qualquer contribuição de massa ou energia diretamente do magma, distinguindo-se, assim, das explosões freáticas e hidromagmáticas.

A Unidade Científica de Geoquímica de Gases do Instituto de Investigação em Vulcanologia e Avaliação de Riscos (IVAR) vai deslocar-se amanhã, dia 31 de agosto, ao local para efetuar uma avaliação detalhada das emissões circundantes na zona envolvente. A equipa vai realizar uma amostragem das emissões fumarólicas, efetuar o levantamento de imagens térmicas e fazer medições do fluxo de CO2.

O IVAR/CIVISA informa ainda que os valores de fluxo de CO2 nas estações permanentes que se encontram na área do Vulcão das Furnas (GFUR1 e GFUR2) não apresentaram oscilações significativas, tal como era esperado, dada a tipologia do evento.
 

fablept

Nimbostratus
Registo
12 Nov 2008
Mensagens
1,295
Local
Ponta Delgada - Açores
21150293_10208482607697374_5812277156354652133_n.jpg
 

fablept

Nimbostratus
Registo
12 Nov 2008
Mensagens
1,295
Local
Ponta Delgada - Açores
Este tipo de situações são comuns nos Açores?
Não tenho conhecimento de outro evento como este, talvez tenha ocorrido historicamente.. mas nos tempos recentes não.

O IVAR descartou logo a hipótese que fosse uma explosão freática ou hidromagmática (água entra em contacto com o magma e evapora instantaneamente, provocando uma explosão energética), não deixa de ser suspeito por isso vão fazer análises à zona. Mas esperemos que tenha sido um evento isolado e que não seja uma demonstração de alterações geológicas na zona..
 

lserpa

Cumulonimbus
Registo
29 Dez 2013
Mensagens
3,327
Local
Horta, Matriz, (90m)
É o que faz viver dentro de um vulcão ativo...
Esperemos que não tenha sido algo diretamente relacionado com vulcanismo (água+magma).
Agora que poderia ter sido perigoso, lá isso podia, tendo em conta o número elevado de pessoas que circulam na zona.


Enviado do meu iPhone usando Tapatalk
 

Orion

Furacão
Registo
5 Jul 2011
Mensagens
19,542
Local
Açores
Alegadamente parte do evento:


Nesse local há uma pequena fumarola junto à ribeira mas se dizem que é a caldeira do Asmodeu...


... está-se a falar da caldeira que está imediatamente acima (caldeira no canto inferior da imagem com água cristalina, ao lado esquerdo do caminho pedonal). A água escorreu para a ribeira abaixo. A projeção de objetos deve ter sido para a via pedonal. Se tivesse sido para a rua principal (estrada no canto superior esquerdo) teria sido pior.

0Ptuqhf.jpg
 

criz0r

Cumulonimbus
Registo
11 Abr 2008
Mensagens
4,445
Local
C.Piedade/Belver/Porto
Bem, esperemos que o mau presságio dos habitantes mais antigos da ilha não venha a ser verdade. De qualquer forma as ilhas são Vulcânicas e serão sempre uma bomba relógio.
 

Orion

Furacão
Registo
5 Jul 2011
Mensagens
19,542
Local
Açores
Com mais disponibilidade dou-me ao trabalho de publicar uma perspetiva mais facilmente reconhecível ao comum turista. Desde 2010 o cenário mudou um pouco. Por exemplo já não existem as correntes simples tendo sido substituída por uma vedação mais significativa.

A caldeira em questão não é das primeiras a ser vista ao comum visitante:

udcqA6m.png


Na estrada que levará à Povoação ou à Ribeira Quente (um pouco mais à frente do cruzamento em que dá para entrar na povoação) dá para ver a encosta por onde a água caiu e, a laranja, a pequena fumarola não associada à caldeira (a vermelho).

MTMgGRj.png


Já que é para explodir ao menos que aquela caldeira se transforme num géiser. Sempre daria para assustar a malta periodicamente :D
 

Orion

Furacão
Registo
5 Jul 2011
Mensagens
19,542
Local
Açores
Por acaso essa situação pode ser preocupante e não se deve só aos impactos e bens dos moradores. O turismo pode ser impactado.

Alguém já imaginou o que seria se as caldeiras dessa zona começam a explodir projetando as maçarocas, e respetivas sacas, pelo ar?

E se na zona da lagoa os buracos começarem a expelir as panelas? Toda aquela zona poderia ser bombardeada com pedaços de bacalhau, chouriço, feijão e batata superaquecida. O que seria do Tony's e do Terra Nostra?

Mais a sério, outra reportagem:

Como "a sorte também conta", assinala o especialista, as areias, cinzas, blocos e pedras-pomes projetadas não atingiram ninguém, graças também ao murete ali colocado há cerca de três anos, que impede os visitantes das Furnas de circularem livremente por entre as caldeiras e obrigando-os a manter uma distância de segurança. Houve quem fosse salpicado por causa da força do fenómeno, mas o material "mais pastoso e quente felizmente desceu para a ribeira mais próxima. Durante algumas horas mantiveram-se os "esguichos tipo géisers", explica Victor Forjaz, mas pelas 19:00 "a lama começou a subir na conduta e a caldeira entrou numa fase de recuperação que deve demorar entre 15 dias a um mês", até que as águas voltem ao turquesa habitual. Se há risco vulcânico imediato, perante a violência da explosão? "O meu parecer, como vulcanólogo, é de que não. Não há risco de o vulcão das Furnas entrar em erupção nas próximas semanas", garante o diretor do Observatório Vulcanológico.

Fenómenos idênticos aconteceram em 1979, 1999 e 1995, recorda Victor Forjaz; a explosão freática de 79 foi sucedida por uma grave crise sísmica, pelo que a explosão de quarta-feira trouxe à memória dos açorianos o grave sismo de 1980 no arquipélago. Mas, para o especialista, a mais recente explosão "não significa que vai haver erupção vulcânica".

Supostamente isto aconteceu no dia 29. 2 dias depois é que se lembram do evento?
 

lserpa

Cumulonimbus
Registo
29 Dez 2013
Mensagens
3,327
Local
Horta, Matriz, (90m)
Por acaso essa situação pode ser preocupante e não se deve só aos impactos e bens dos moradores. O turismo pode ser impactado.

Alguém já imaginou o que seria se as caldeiras dessa zona começam a explodir projetando as maçarocas, e respetivas sacas, pelo ar?

E se na zona da lagoa os buracos começarem a expelir as panelas? Toda aquela zona poderia ser bombardeada com pedaços de bacalhau, chouriço, feijão e batata superaquecida. O que seria do Tony's e do Terra Nostra?

Mais a sério, outra reportagem:
Muito bom por momentos comecei a imaginar o cenário!! Lol




Enviado do meu iPhone usando Tapatalk
 
  • Gosto
Reactions: Wessel1985

luismeteo3

Furacão
Registo
14 Dez 2015
Mensagens
17,112
Local
Fatima (320m)
Açores: Explosão de caldeira nas Furnas assusta visitantes
Tamara Lopes

16:37
Causa da explosão está no movimento de uma falha geológica, esclarece diretor do Observatório Vulcanológico dos Açores, acrescentando não existir risco do vulcão entrar em erupção.

Uma caldeira nas Furnas, nos Açores explodiu esta quarta-feira, pelas 14h50, hora local (15h50 em Lisboa). A explosão fez com que água quente, cinzas e pedras fossem projetadas a 15 metros de distância mas, de acordo com o Diário de Notícias, apesar do susto que os turistas que ali se encontravam apanharam, não houve feridos registados. Conforme explicou o diretor do Observatório Vulcanológico e Geotérmico dos Açores, Victor Forjaz, ao mesmo jornal, a explosão denominada de “freática” decorre de um movimento numa falha geológica, “na ordem dos centímetros”.

O especialista esclareceu ao DN que “quando uma falha geológica mexe, quando tem um pequeno movimento, a água à superfície, seja de uma riberia, fumarola ou lagoeiro, desce ao longo da falha e encontra massas superaquecidas. Então essa água explode e a explosão naturalmente ascende a velocidade quase supersónica, projetando à superfície gases vulcânicos e materiais sólidos”. Contudo, segundo Victor Forjaz, apesar de existirem outros registos semelhantes, trata-se de um falha invulgar.

O diretor acrescenta, também, que os visitantes não foram atingidos devido ao murete ali colocado há perto de três anos que impede a livre circulação das pessoas, limitando-as a uma determinada distância das caldeiras, distância essa considerada de segurança. Assim, a explosão resultou em pequenos salpicos em visitantes por causa da sua intensidade mas a parte “mais pastosa e quente desceu para a ribeira mais próxima”.

Entretanto, continuou Victor Forjaz, pelas 19 horas, “a lama começou a subir na conduta e a caldeira entrou numa fase de recuperação que deve demorar entre 15 dias a um mês” para estabilizar e voltar ao turquesa de sempre. O especialista assegura que, no seu parecer, enquanto profissional da área em questão, esta explosão não significa que exista “risco de o vulcão das Furnas entrar em erupção nas próximas semanas”, relembrando que, apesar de não representar perigo iminente, o arquipélago é uma região vulcanicamente ativa e que “a quatro quilómetros de profundidade há magma e outros fluídos que mantém vivo o vulcão”.

No entanto, é preciso manter um “sistema de vigilância apurado e eficiente” permanente, adverte o vulcanólogo, citado pelo DN.
http://www.jornaleconomico.sapo.pt/...caldeira-nas-furnas-assusta-visitantes-203596
 
  • Gosto
Reactions: Wessel1985