Arquivo de eventos históricos

nimboestrato

Nimbostratus
Registo
8 Jan 2008
Mensagens
1,865
Local
Pedras Rubras-Aeroporto
entre2dv6.jpg



caractrerizada por Anticiclone dos Açores mais intenso e Depressão da Islândia também mais intensa ambos mais a norte e que provoca Invernos chuvosos e amenos no Norte da Europa e secos no Mediterrâneo,
se este Oscilação tivesse predominado sempre assim, se os Invernos em que o deste ano é um bom exemplo tivessem continuado assim, talvez a ponte ainda lá estivesse e com obras anunciadas para o ano....
 


Seavoices

Cirrus
Registo
10 Out 2005
Mensagens
90
Local
Odivelas
Eu sempre que leio esta secção, começo a ouvir a voz do Vitor Espadinha na minha cabeça "e recordar é viveeeeeeeeeeeeer"...
Mas sobretudo fico cada vez mais irritado :angry: Isto porque me lembro bem do episódio que mais me marcou a seguir à neve em Lisboa, mas não consigo localizar o fenómeno temporalmente! Sei que estava na escola secundária em Lisboa, penso que terá sido entre 1994 e 1997 mas não tenho a certeza e não tenho mais dados. E assim por mais pesquisas que faço não consigo encontrar :sad:

Era por volta do meio dia e saía da escola... o céu estava negro... de repente e sem pré aviso uma descarga de água monumental. Eu e os meus amigos desatámos a correr até casa mas não serviu de nada. A chuva era impressionante... na zona do Lumiar havia já lençois de água. Cheguei a casa completamente a pingar... Qual não é o meu espanto qd chego e vejo a água a escorrer pelas paredes e a inundar-me o chão de casa. A quantidade tinha sido tanto que os algeirozes tinham entupido e água estava a passar do telhado para a habitação! Quando acabei de almoçar a chuvada parou (durou cerca de hora e meia). Assim que parou de chover fui ver a calçada de carriche (que era zona habitual de inundações devido á ribeira lá existente). Quando chego á beira da estrada vejo o trânsito cortado, a ribeira a transbordar e junto ás bombas de gazolina ao fundo da calçada so vejo uma alface a boiar (alface: aquilo que os taxis antigos tinham em cima para indicar a bandeirada, lembram-se?). Logo o taxi correspondente tava totalemente submerso. O telejornal da noite mostrou o resto. Entre o Campo Grande e o Lumiar, toda a alameda das linhas de torres tinha água pelo menos á altura do passeio, houve inundações em edifícios e por toda a lisboa grandes lencois de água. Em consequência arrancaram obras de construçao de um muro de cimento para proteger a ribeira da calçada de carriche que ficaram concluídas algum tempo depois.

Um dia inesquecível... e pena que não haja registos :sad: Ou pelo menos se houver sao muito dificeis de encontrar... Se alguém se lembrar deste evento e que possa juntar mais dados dê uma apitadela :thumbsup: . Tinha piada tanto tempo depois ver o que se passou meteorologicamente :)

Não me esqueco desse dia, 8 de Janeiro de 1996.

Estava em Colares, perto de Sinta e frequentava o 11º Ano. Tinha tido uma aula das 11h30 às 12h20 onde a professora nos de oportunidade de sairmos um pouco depois das 12 horas. Essa manhã tinha sido nublada mas não tinha chovido.

Pouco depois das 12 horas, quando me preparava para pegar na minha acelera e fazer os 2 Km que distavam da escola até casa, começou a chover. Pensando que seria uma chuva breve (como tinha acontecido nos dias anteriores) aguardei um pouco porque não me fazia acompanhar da necessária protecção para não me molhar.

Rapidamente uma chuva fraca vai gradualmente aumentando de intensidade até que subitamente começa uma chuva copiosa que dura aproximadamente 1 hora. Chovia como se não houvesse amanhã. As linhas de água aumentavam a olhos vistos e os primeiros rios começavam a aparecer em sítios nunca vistos. As estradas tornaram-se rios e claro, a minha escola inundou quase todos os pavilhoes e algumas salas (era um pré-fabricado que na altura tinha quase 20 anos)

Certa altura e dado que a chuva copiosa não abrandava, decidi pegar na mota e ir para casa. Só vos digo que tive a minha maior molha que alguma vez senti. A estrada estava cheia de lixo, rios de água e de terra. A cada passagem por um desses rios, sentia um brusco abrandar de velocidade. Quando chegei a casa, parou de chover.

Nesse dia, o rio da Várzea (que nasce na Serra de Sintra e desagua na Praia das Maçãs) alagou a zona da Várzea de Colares, desde a Bomba de Gasolina até à Adega Regional de Colares, a zona agrícola entre a Praia Grande e a Praia das Maças e uma zona de terrenos de uma grande quinta em Galamares, bem junto à estrada nacional. Lembro-me também de ver notícias da Calçada de Carriche e de algumas zonas de Lisboa inundadas pelo súbito descarregar de chuva.

Nesse mesmo dia morreu François Mitterrand, o antigo presidente da França (a minha mnemónica para esta data)

O link com a imagem de satélite daquela hora
 

vitamos

Staff
Registo
11 Dez 2007
Mensagens
5,454
Local
Estarreja
Não me esqueco desse dia, 8 de Janeiro de 1996.

Estava em Colares, perto de Sinta e frequentava o 11º Ano. Tinha tido uma aula das 11h30 às 12h20 onde a professora nos de oportunidade de sairmos um pouco depois das 12 horas. Essa manhã tinha sido nublada mas não tinha chovido.

Pouco depois das 12 horas, quando me preparava para pegar na minha acelera e fazer os 2 Km que distavam da escola até casa, começou a chover. Pensando que seria uma chuva breve (como tinha acontecido nos dias anteriores) aguardei um pouco porque não me fazia acompanhar da necessária protecção para não me molhar.

Rapidamente uma chuva fraca vai gradualmente aumentando de intensidade até que subitamente começa uma chuva copiosa que dura aproximadamente 1 hora. Chovia como se não houvesse amanhã. As linhas de água aumentavam a olhos vistos e os primeiros rios começavam a aparecer em sítios nunca vistos. As estradas tornaram-se rios e claro, a minha escola inundou quase todos os pavilhoes e algumas salas (era um pré-fabricado que na altura tinha quase 20 anos)

Certa altura e dado que a chuva copiosa não abrandava, decidi pegar na mota e ir para casa. Só vos digo que tive a minha maior molha que alguma vez senti. A estrada estava cheia de lixo, rios de água e de terra. A cada passagem por um desses rios, sentia um brusco abrandar de velocidade. Quando chegei a casa, parou de chover.

Nesse dia, o rio da Várzea (que nasce na Serra de Sintra e desagua na Praia das Maçãs) alagou a zona da Várzea de Colares, desde a Bomba de Gasolina até à Adega Regional de Colares, a zona agrícola entre a Praia Grande e a Praia das Maças e uma zona de terrenos de uma grande quinta em Galamares, bem junto à estrada nacional. Lembro-me também de ver notícias da Calçada de Carriche e de algumas zonas de Lisboa inundadas pelo súbito descarregar de chuva.

Nesse mesmo dia morreu François Mitterrand, o antigo presidente da França (a minha mnemónica para esta data)

O link com a imagem de satélite daquela hora

Bem Seavoices, o meu muito obrigado! Pela descrição que fazes e pelo ano referido, parece ser exactamente essa a situação que referi! :thumbsup::thumbsup:

Mais uma vez OBRIGADÃO! Dei voltas e voltas até na imprensa e não encontrei mesmo nada!
 

Mário Barros

Furacão
Registo
18 Nov 2006
Mensagens
12,582
Local
Maçores (Torre de Moncorvo) / Algueirão (Sintra)
Cá fica mais uma tempestade histórica 28 de Janeiro de 1937.

p6264325.jpg


Legenda da figura:
A multidão na Praça do Comércio em Lisboa, assite a um violento temporal que atinge o país em Janeiro de 1937.



 
Última edição:

squidward

Cumulonimbus
Registo
4 Abr 2007
Mensagens
2,387
Local
Azambuja
bons dias

não sei se já tinha referido aqui, mas lembro-me quando tinha prai uns 5 anos (deve ter sido entre outubro de 1991 e janeiro 1992) que houve uma violenta trovoada durante a noite, inclusive houve falta de luz. Foi semelhante ao que ocorreu a 28 de outubro de 2001. Nunca mais me esqueço desse dia, apesar de ja não me recordar do dia ao certo, se pudessem ajudar agradecia.:thumbsup::thumbsup:

cumps.
 

squidward

Cumulonimbus
Registo
4 Abr 2007
Mensagens
2,387
Local
Azambuja
bons dias

não sei se já tinha referido aqui, mas lembro-me quando tinha prai uns 5 anos (deve ter sido entre outubro de 1991 e janeiro 1992) que houve uma violenta trovoada durante a noite, inclusive houve falta de luz. Foi semelhante ao que ocorreu a 28 de outubro de 2001. Nunca mais me esqueço desse dia, apesar de ja não me recordar do dia ao certo, se pudessem ajudar agradecia.:thumbsup::thumbsup:

cumps.

ninguém me consegue ajudar???:(
 

Vince

Furacão
Registo
23 Jan 2007
Mensagens
10,624
Local
Braga
ninguém me consegue ajudar???:(

Squidward, trovoadas é trabalhoso tentar saber, só havendo alguém que se recorde mais ou menos da data exacta.
Em alternativa, só vendo os mapas diários entre Outubro de 1991 e Janeiro 1992 um a um para tentar encontrar os dias com condições eventualmente favoráveis e mesmo assim concluir que era o dia X é capaz de não ser fácil, só verificando depois as várias imagens de satélite por cada um desses dias "supeitos" e ver se havia células convectivas na tua região. Acresce o problema de que os satelites dessa altura têm pouca resolução, pelo que não é brincadeira a tarefa :hehe: Uma trabalheira para muitas horas sem resultados garantidos :hehe: Se quiseres posso explicar-te de que forma podes fazer tu essa pesquisa.

Se fosse por exemplo um temporal de vento seria mais fácil, pesquisando bases de dados à procura de baixas pressões, mas com trovoadas não dá. De qualquer forma, seguindo a lógica, provavelmente seria em Outubro ou Novembro, mas também pode não ter sido.
 

squidward

Cumulonimbus
Registo
4 Abr 2007
Mensagens
2,387
Local
Azambuja
Squidward, trovoadas é trabalhoso tentar saber, só havendo alguém que se recorde mais ou menos da data exacta.
Em alternativa, só vendo os mapas diários entre Outubro de 1991 e Janeiro 1992 um a um para tentar encontrar os dias com condições eventualmente favoráveis e mesmo assim concluir que era o dia X é capaz de não ser fácil, só verificando depois as várias imagens de satélite por cada um desses dias "supeitos" e ver se havia células convectivas na tua região. Acresce o problema de que os satelites dessa altura têm pouca resolução, pelo que não é brincadeira a tarefa :hehe: Uma trabalheira para muitas horas sem resultados garantidos :hehe: Se quiseres posso explicar-te de que forma podes fazer tu essa pesquisa.

Se fosse por exemplo um temporal de vento seria mais fácil, pesquisando bases de dados à procura de baixas pressões, mas com trovoadas não dá. De qualquer forma, seguindo a lógica, provavelmente seria em Outubro ou Novembro, mas também pode não ter sido.

Obrigado na mesma Vince :thumbsup::thumbsup:
 

cm3pt

Cumulus
Registo
24 Jan 2009
Mensagens
253
Local
Vila Real (Pombal nas ferias)
Eu sempre que leio esta secção, começo a ouvir a voz do Vitor Espadinha na minha cabeça "e recordar é viveeeeeeeeeeeeer"...
Mas sobretudo fico cada vez mais irritado :angry: Isto porque me lembro bem do episódio que mais me marcou a seguir à neve em Lisboa, mas não consigo localizar o fenómeno temporalmente! Sei que estava na escola secundária em Lisboa, penso que terá sido entre 1994 e 1997 mas não tenho a certeza e não tenho mais dados. E assim por mais pesquisas que faço não consigo encontrar :sad:

Era por volta do meio dia e saía da escola... o céu estava negro... de repente e sem pré aviso uma descarga de água monumental. Eu e os meus amigos desatámos a correr até casa mas não serviu de nada. A chuva era impressionante... na zona do Lumiar havia já lençois de água. Cheguei a casa completamente a pingar... Qual não é o meu espanto qd chego e vejo a água a escorrer pelas paredes e a inundar-me o chão de casa. A quantidade tinha sido tanto que os algeirozes tinham entupido e água estava a passar do telhado para a habitação! Quando acabei de almoçar a chuvada parou (durou cerca de hora e meia). Assim que parou de chover fui ver a calçada de carriche (que era zona habitual de inundações devido á ribeira lá existente). Quando chego á beira da estrada vejo o trânsito cortado, a ribeira a transbordar e junto ás bombas de gazolina ao fundo da calçada so vejo uma alface a boiar (alface: aquilo que os taxis antigos tinham em cima para indicar a bandeirada, lembram-se?). Logo o taxi correspondente tava totalemente submerso. O telejornal da noite mostrou o resto. Entre o Campo Grande e o Lumiar, toda a alameda das linhas de torres tinha água pelo menos á altura do passeio, houve inundações em edifícios e por toda a lisboa grandes lencois de água. Em consequência arrancaram obras de construçao de um muro de cimento para proteger a ribeira da calçada de carriche que ficaram concluídas algum tempo depois.

Um dia inesquecível... e pena que não haja registos :sad: Ou pelo menos se houver sao muito dificeis de encontrar... Se alguém se lembrar deste evento e que possa juntar mais dados dê uma apitadela :thumbsup: . Tinha piada tanto tempo depois ver o que se passou meteorologicamente :)

Ora, se a memória não me falha (nessa altura eu ja não vivia em Lisboa) foi no dia 9 de Janeiro de 1996. Nesse dia cairam em Lisboa 42 mm de chuva :rain:numa hora. Não vi, mas ouvi nas noticias, e deve ter sido uma coisa impressionante. Aliás, ruiu um muro e penso que até, infelizmente, morreu uma pessoa nesse dia. Aqui está carta meteorológica desse dia:


 

vitamos

Staff
Registo
11 Dez 2007
Mensagens
5,454
Local
Estarreja
Ora, se a memória não me falha (nessa altura eu ja não vivia em Lisboa) foi no dia 9 de Janeiro de 1996. Nesse dia cairam em Lisboa 42 mm de chuva :rain:numa hora. Não vi, mas ouvi nas noticias, e deve ter sido uma coisa impressionante. Aliás, ruiu um muro e penso que até, infelizmente, morreu uma pessoa nesse dia. Aqui está carta meteorológica desse dia:

Muito obrigado pelo testemunho, desse dia que ficou marcado na minha memória.

Fica a dúvida se terá sido o dia 8 ou o dia 9, uma vez que já temos dois testemunhos com data não coincidente! Mas para mim era mais importante lembrar-me do ano e saber se mais gente se lembrava!

Mais uma vez agradecido pelos testemunhos e cartas colocadas :)
 

Agreste

Furacão
Registo
29 Out 2007
Mensagens
10,032
Local
Terra
Não sei se terá interesse recuperar imagens de satélite dos dias 6-7-8 de Dezembro de 2000... Sobretudo um depressão em cavamento desde o oeste dos Açores com 1000hpa até menos de 975hpa sobre Reino Unido...

ch40602zp6.jpg

ch40702ug1.jpg

ch40802oa4.jpg


Não é que tenha sido igual ao Klaus, mas é o mais parecido e recente que encontro, digamos um primo afastado. Ainda a frente fria tinha acabado de passar pelo Algarve, já o centro da depressão estava no Reino Unido. Foi rápido, ventoso e também com muita chuva...
 

Aurélio

Cumulonimbus
Registo
23 Nov 2006
Mensagens
4,335
Local
Faro
Não sei se terá interesse recuperar imagens de satélite dos dias 6-7-8 de Dezembro de 2000... Sobretudo um depressão em cavamento desde o oeste dos Açores com 1000hpa até menos de 975hpa sobre a Bretanha Francesa...

Informação muito vaga ... explica o que te lembras para aqui o pessoal ficar elucidado, porque através das imagens não se vê assim nada de especial !!