Seguimento Meteorológico Livre 2018

Tópico em 'Seguimento Meteorológico' iniciado por SpiderVV 1 Jan 2018 às 14:05.

Estado do Tópico:
Fechado para novas mensagens.
  1. PedroGPRO

    PedroGPRO
    Expand Collapse
    Cumulus

    Registo:
    22 Mai 2018
    Mensagens:
    185
    Local:
    Santa Maria da Feira, Aveiro , Portugal
    Concordo , acho que deviamos ter calor e frio , mas ambos nas suas respectivas estações , nao faz mal nenhum ter 2 dias ou 3 dias seguidos de chuva no verão e 2,3 dias seguidos de calor no verão , muita coisa está a mudar em termos de clima , aquecimento global ? não sei ! se é normal o tempo estar assim ? até pode ser , apenas estou a dar minha opinião , certo dia em uma noticia dizia um meteorologista que estas mudanças e tempestades/furacões poderia ser do aquecimento global , porque ele tras consequencias para o clima , acho que poderá ter razão.
     
    Norther e joselamego gostaram disto.
  2. rozzo

    rozzo
    Expand Collapse
    Staff

    Registo:
    11 Dez 2006
    Mensagens:
    2,334
    Local:
    Montijo/Lisboa
    Acho que para comprovar a normalidade da situação, basta ver o histórico do fórum, para comprovar como é normal TODOS OS ANOS, sejam eles quentes ou frios, esta discussão surgir...

    Sim de momento estamos com temperaturas abaixo da média, mas médias são mesmo isso, feitas em balanço entre dias acima ou abaixo da média, naturalmente com mais variabilidade nos meses de inverno. Mas não há qualquer dúvida que as primaveras e verões recentes criaram uma certa habituação que leva a que temperaturas na média pareçam frio, e temperaturas ligeiramente abaixo da média pareçam gélidas e muito anormais. É natural essa percepção, mas.. Nada como olhar para séries das anomalias diárias e perceber isso.

    Pode-se ainda discutir se na realidade hoje em dia o normal é uma primavera moderada como esta, com valores a rondar a média, ou se primaveras como as do ano passado, quentes e secas. Se calhar daqui a uns anos chegamos até à conclusão que esse é o novo "normal" e que estas condições passam de facto infelizmente a ser anormais, mas até lá, faltam muitos anos para isso se comprovar como significativo. Até lá, e correctamente, as normais 1981-2010 podem, e devem, ser a referência das condições padrão.

    Só uma nota final... Por favor não venham com essa falácia do "antigamente as 4 estações eram certinhas e acontecia tudo como deve acontecer". Isso é completamente disparatado. Não estou a negar que a variabilidade e ocorrência de extremos esteja a aumentar.
    Mas entre estar gradualmente a aumentar... E acreditar que há muitas décadas atrás não havia oscilações enormes e normais às escalas intra e inter-anuais... Isso é completamente disparatado, e infelizmente é das coisas que as pessoas mais gostam de apregoar...

    Enviado do meu ALE-L21 através de Tapatalk
     
  3. Norther

    Norther
    Expand Collapse
    Nimbostratus

    Registo:
    25 Nov 2010
    Mensagens:
    1,859
    Local:
    Tortosendo 600m Encosta sul Serra da Estrela
    Concordo Rozzo, pela minha região as pessoas também têm essa mania do " antigamente é que era certinho as estações" e grande parte delas nem passaram por lá. Já o meu avó também o dizia, mas também dizia, que havia anos, em que ocorria queda de neve na encosta em Maio, que havia anos mais secos que outros... Podia era não ser tão ocorrentes e drásticas como agora.
     
    Thomar e joselamego gostaram disto.
  4. PedroGPRO

    PedroGPRO
    Expand Collapse
    Cumulus

    Registo:
    22 Mai 2018
    Mensagens:
    185
    Local:
    Santa Maria da Feira, Aveiro , Portugal
    Parece que vamos ter calor até Outubro como aconteceu no ano passado e teremos calor mas o Norte do pais será o mais quente , Centro e Sul poderá notar-se mais secura por causa da baixa precipitação , segundo as previsões para este Verão.
    https://sol.sapo.pt/artigo/614402
     
    joselamego gostou disto.
  5. Outubro.Vermelho

    Outubro.Vermelho
    Expand Collapse
    Cirrus

    Registo:
    13 Nov 2014
    Mensagens:
    5
    Local:
    Braga (S.Vitor)
    Em relação à ideia criada de que antigamente havia 4 estações bem definidas (o que é isso?), remato o que Rozzo escreveu e que eu subscrevo na integra, que hoje em dia, temos ao nosso dispor imensas ferramentas para acompanhar os fenómenos meteorológicos, melhor ainda, ferramentas para registar e analisar estes fenómenos que antes não existiam, e os que existiam nada se comparam com a capacidade dos atuais. Portanto, quando ouvimos os nossos avós dizerem que antigamente os invernos eram mais frios do que os atuais, a base de comparação que eles usam tem a ver com a sensação de conforto perante uma adversidade meteorológica. Antigamente, as casas (muitas delas só com telhado) eram imensamente mais desconfortáveis do que as atuais, pelo que, o desconforto causado pelas baixas temperaturas (ou altas) eram mais sentidas do que atualmente. Factualmente temos a década de 50 como um período em que Portugal conheceu extremos negativos, que de certa maneira, corrobora com a ideia que outrora, Portugal teve invernos muitos mais frios que os atuais. Inferir que a partir da década de 50, os invernos ficaram menos frios por causa do Homem pode ser um pouco precipitado, acho eu. Porque não pensar que, a partir da década de 50, os invernos tenderam para a média dos últimos 500 anos?
     
    Sanxito e joselamego gostaram disto.
  6. Ricardo Carvalho

    Ricardo Carvalho
    Expand Collapse
    Cumulonimbus

    Registo:
    23 Jul 2015
    Mensagens:
    2,400
    Local:
    Azeitão/Sesimbra
    Existe sempre essa possibilidade ;)
    [​IMG]
     
    Collapse Signature Expandir Assinatura
    joselamego gostou disto.
  7. Orion

    Orion
    Expand Collapse
    Furacão

    Registo:
    5 Jul 2011
    Mensagens:
    18,062
    Local:
    Ponta Delgada, Açores
    40.78N ‎73.94W

    2 furacões idênticos (vamos supor um cat. 3) na mesma localidade teriam consequências totalmente diferentes agora e há 150 anos atrás.

    Apesar de ser relevante contextualizar as mudanças meteorológico-climáticas, essa diluição temporal é contraproducente.

    Para (novamente) criticar a linha de pensamento uso esta recorrente analogia -> Mas qual é o problema de haver um tsunami de 15 metros em Lisboa? Já ocorreram no passado e estamos todos aqui.
     
    Collapse Signature Expandir Assinatura
    #3517 Orion, 4 Jun 2018 às 17:05
    Última edição: 4 Jun 2018 às 17:10
    rokleon e joselamego gostaram disto.
  8. PedroGPRO

    PedroGPRO
    Expand Collapse
    Cumulus

    Registo:
    22 Mai 2018
    Mensagens:
    185
    Local:
    Santa Maria da Feira, Aveiro , Portugal
  9. PedroGPRO

    PedroGPRO
    Expand Collapse
    Cumulus

    Registo:
    22 Mai 2018
    Mensagens:
    185
    Local:
    Santa Maria da Feira, Aveiro , Portugal
    E as temperaturas também vão baixar. "De hoje até quarta-feira [o mau tempo] tem origem numa zona depressionária a norte da Península Ibérica e a partir de quinta-feira a passagem de uma superfície frontal fria vai fazer com que as temperaturas desçam" disse Patrícia Gomes, meteorologista do IPMA, ao Diário de Notícias.
    "Estamos na primavera e é habitual a ocorrência de trovoadas, aguaceiros e granizo", refere a especialista, que recorda que, em 2013, houve queda de neve na Serra da Estrela exatamente nesta altura.
    Apesar deste ‘sobe e desce’ de temperaturas os meteorologistas não descartam a hipótese de haver uma vaga de calor ainda em junho.
     
    joselamego e luismeteo3 gostaram disto.
  10. bentanias

    bentanias
    Expand Collapse
    Cirrus

    Registo:
    29 Mai 2018
    Mensagens:
    18
    Local:
    aveiro
    acho que os incendiários estão a pensar em pedir um subsidio ao estado pois este tempo esta a estragar o negócio
     
  11. algarvio1980

    algarvio1980
    Expand Collapse
    Super Célula

    Registo:
    21 Mai 2007
    Mensagens:
    9,915
    Local:
    Olhão (24 m)
    Que raio, mas agora todos as semanas, aparecem os peritos da coisa. Há 2 meses, que todas as semanas saem notícias dos "peritos" sobre as regiões melhores para pegar fogo e arder. Dizia, um palavrão mas contenho-me...

    Este ano, os peritos querem ver arder o resto, com peritos destes, os incendiários já sabem como fazer e aonde fazer.

    A mim, não me preocupa este tempo ameno, preocupa-me isso sim, dizerem que o Algarve vai arder isso sim, devia ser investigado e bem, antes que aconteça...
     
    Collapse Signature Expandir Assinatura
  12. PedroGPRO

    PedroGPRO
    Expand Collapse
    Cumulus

    Registo:
    22 Mai 2018
    Mensagens:
    185
    Local:
    Santa Maria da Feira, Aveiro , Portugal
    Nem mais , agora há peritos em tudo , falar é facil , mas fazer já é mais complicado , deviam era de se preocupar em não voltar acontecer as tragédias do ano passado , isso sim e espero que nao aconteça , mas com a justiça que temos é complicado , apanham os incendiarios e passado 1 mês ja os metem cá fora em liberdade ... inacreditavel
     
    joselamego gostou disto.
  13. Marco pires

    Marco pires
    Expand Collapse
    Cumulus

    Registo:
    23 Out 2017
    Mensagens:
    370
    Local:
    Pinhal novo
    uma coisa é certa, mesmo para quem não gosta deste tipo de tempo que temos tido (não é o meu caso, adoro), ninguém pode negar que é do melhor para não ocorrerem incêndios, penso que no ano passado por esta altura, o numero de fogos e area ardida era substancialmente maior, já que até ao momento poucos ou nenhuns foram os fogos florestais, e ainda bem.
     
    joselamego gostou disto.
  14. Paulo H

    Paulo H
    Expand Collapse
    Cumulonimbus

    Registo:
    2 Jan 2008
    Mensagens:
    3,104
    Local:
    Castelo Branco 386m(489/366m)
    Este ano já morreram 6 pessoas, por queimas e queimadas descontroladas, e nem se verificavam os 3 trintas: %hr<30%, t>30C, v>30km/h. Enfim, isto para dizer que todo o cuidado é pouco e que para haver catástrofes basta 1 dia, estar no sítio e hora errados (Jun e out 2017).

    Quanto ao tempo que se tem feito sentir é que vai perdurar mais algum tempo, para mim é bastante confortável este fresco. Mas há outros aspectos que já foram abordados aqui, por exemplo, a agricultura: Eu já pela 3a vez que volto a plantar melancias e meloas, pois com mínimas abaixo de 10 graus, máximas abaixo de 20 graus, granizo e aguaceiros moderados nas últimas 2 semanas, não dão quaisquer hipóteses! E é que já não há mais plantas à venda.. Ainda bem que é apenas um hobbie, caso contrário estava em sérias dificuldades!
     
    Collapse Signature Expandir Assinatura
    #3524 Paulo H, 4 Jun 2018 às 23:04
    Última edição: 4 Jun 2018 às 23:13
  15. Aristocrata

    Aristocrata
    Expand Collapse
    Super Célula

    Registo:
    28 Dez 2008
    Mensagens:
    5,897
    Local:
    Paços de Ferreira, 292 mts
    O especialista vai "falar"!:malandro:

    Prontos...é assim.
    Depois de meses e meses de calor e secura, a variabilidade climática presenteou-nos com o equilíbrio.
    Raisparta para o chavão "equilíbrio"!!!
    O equilíbrio é isso mesmo: equilíbrio. Pões peso de um lado, tens de contrapor com peso do outro lado.
    Calor e secura, de um lado. Frescura e humidade do outro.
    Por vezes a atmosfera entra numa "cascata" climatológica para repor o seu equilíbrio.

    Pode ser assim, pode não ser assim. Parece ser...Mas não o posso garantir, não tenho dados concretos para isso.

    Na última semana, o calor exacerbado na Europa central trouxe situações de chuva torrencial, por vezes quase catastrófica para certas zonas. Sem esse calor não teriam certamente as situações de instabilidade extremada como tiveram.
    Acho que se pode considerar uma situação típica de causa-efeito.
    Será que o calor\secura do ano passado estiveram na origem da frescura\humidade deste ano?

    Talvez valha a pena pensar nisto.:intrigante:
     
    Collapse Signature Expandir Assinatura
Estado do Tópico:
Fechado para novas mensagens.

Partilhar esta Página